Indaiatuba

Motos 50cc agora precisam de autorização para pilotar

NOVA REGRA

Desde quarta-feira, dia 1º, se tornou obrigatória uma Autorização para Conduzir Ciclomotor (ACC) para pilotar motos 50 cilindradas.

As motos, também conhecidas como "cinquentinhas", não exigiam essa permissão e podiam ser pilotadas por qualquer pessoa. Agora, o piloto vai ter que tirar essa habilitação específica para esses veículos.

A exigência da habilitação iria entrar em vigor em fevereiro, mas o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) prorrogou o prazo até esta semana. Quem for flagrado pilotando um ciclomotor sem a documentação exigida pode receber multa prevista de R$ 574, além da apreensão do veículo, graças à infração considerada gravíssima.

Para tirar a permissão, é preciso passar por todos os processos exigidos para conseguir uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH), desde as inscrições, curso e até as provas. Os custos também são praticamente os mesmos para quem vai tirar a CNH A, que dá direito a pilotar qualquer motocicleta.

Farol baixo

Foi sancionada na semana passada a lei que obriga automóveis a utilizarem o farol baixo nas estradas mesmo durante o dia. A obrigatoriedade valerá a partir de 7 de julho, em todo o país.

Quem for flagrado com os faróis desligados em estradas federais e estaduais será autuado por infração média, com multa de R$ 85,13 e quatro pontos na carteira. A determinação vale também para rodovias que cruzam áreas urbanas.

Estudos feitos em outros países mostram a eficácia da utilização do farol baixo ou do DRL (Daytime Running Light, em inglês luz de circulação diurna), evitando milhares de colisões frontais.

Outro benefício comprovado do uso do farol baixo é facilitar que o motorista aviste ao menos 3km de distância a sua frente. Dados da NHTSA, uma associação norte-americana de segurança viária, mostram, por exemplo, que a medida reduziu em 5% a colisão entre carros e em 12% entre pedestres e ciclistas.


Fonte:


Notícias relevantes: