Indaiatuba

Transporte público está na mira de CPI na Câmara Municipal

TRANSPORTE

O vereador Gervasio Aparecido da Silva (PTB) protocolou nesta semana um pedido para abertura de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), para investigar o contrato de concessão do transporte público em Indaiatuba. Realizado pela Viação Indaiatubana, o serviço é alvo constante de críticas da população e, segundo o vereador, vem piorando nos últimos seis meses.

"Eu já protocolei a CPI, e agora aguardamos que o documento entre na pauta de segunda-feira, onde será lido pelo presidente da Câmara, o qual irá determinar também quantas vagas serão destinadas a cada partido", explica Gervasio.

Ele fala ainda que, neste caso, não haverá votação. "A CPI contou com a assinatura de quatro vereadores, o que a dispensa de ser votada", esclarece. "Foram pedidas seis vagas, entre presidente, relator e secretários. Após a leitura do texto e a definição de quantas vagas cada partido terá direito, vamos marcar uma reunião para que cada líder partidário escolha seu representante na Comissão", emenda o edil. "Esperamos que a CPI seja instaurada já nesta sessão da Câmara; ademais, estamos para entrar em recesso e os trabalhos ficarão paralisados", destaca. Gervásio alerta ainda que, apesar de ser o autor do documento, não possui cargo garantido na CPI.

Além de Gervasio, a comissão foi assinada pelo bloco de oposição, constituído por Bruno Ganem (PV), Derci Jorge Lima e Carlos Alberto Rezende Lopes, o Linho, ambos do PT.


Fonte:


Notícias relevantes: