Indaiatuba

Em duas horas, é possível fazer 800 litros de biodiesel

MEIO AMBIENTE

Quando o óleo chega até a Secretaria de Urbanismo, ele passa por um processo de separação. Ou seja, o óleo é colocado em um tambor de 50 litros e, por meio da ação da gravidade, ocorre a primeira separação e o fracionamento. “Como o óleo é mais leve, ele ficará na parte superior. A água e restos de alimentos ficarão no fundo do tambor”, conta Lutero.

O próximo passo é o processo de filtração por meio de uma peneira com malha mais fina. Lutero conta que isso é para realmente deixar o óleo cada vez mais limpo de outras substâncias. Depois, o óleo é depositado no reator que, segundo o coordenador, consegue produzir até 800 litros de biodiesel em 2 horas de funcionamento. “Quando colocado no reator, existe um batedor que agitará o óleo contido do local e provocará a transesterificação que é quando ocorre a quebra de molécula e consegue separar o biodiesel da glicerina”, afirma.

A glicerina que é gerada no processo transforma-se em sabão líquido que é utilizada dentro da própria secretaria. “Porque a gente faz uma mistura nela e a transforma em produto para limpar os próprios vasilhames. Utilizamos para a limpeza interna”, comenta Lutero.


Fonte:


Notícias relevantes: