Indaiatuba

Campanha faz alerta para riscos do celular ao volante

TRÂNSITO

O Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) lançaram, no último sábado, a #DesConecta Trânsito ON, Celular OFF, campanha de orientação sobre os riscos do uso do celular no trânsito por condutores de veículos.

Criada pelo Observatório em parceria com a PRF, o alerta da campanha também vale para pedestres enquanto caminham. Além de peças como adesivos, outdoors e banners, foi produzido um vídeo sobre o tema; e os materiais são divulgados nos meios de comunicação, em mídias eletrônicas do Observatório e em todas as bases da PRF, nos 71 quilômetros (km) de rodovias federais.

A popularização dos dispositivos móveis fez com que o seu uso se tornasse constante em praticamente todos os lugares. Recursos como o acesso à internet e redes sociais, jogos e aplicativos, atraem cada vez mais pessoas, principalmente os mais jovens - e ninguém quer ficar desconectado.

O problema é quando as vantagens da tecnologia se convertem em riscos, roubando a atenção no trânsito, por exemplo. Segundo a assessoria da PRF, a falta de atenção foi responsável por quase 40% dos 48 mil acidentes em rodovias federais só no primeiro semestre. Também neste período, mais de 23 mil motoristas foram multados pela mesma razão e uso do celular.

Embora a prática seja considerada infração média, com multa de R$ 85,13 e perda de quatro pontos na carteira, usar o celular enquanto dirige pode ampliar a chance de acidente em até 400%, conforme mostraram pesquisas feitas em uma universidade nos Estados Unidos. O mesmo estudo apontou ainda que quase 80% dos jovens americanos revelaram ter lido mensagens de texto ao volante, e que 71% deles declararam ter escrito mensagens enquanto dirigiam.

Risco redobrado

O uso do celular ao volante não é uma prática restrita aos condutores de automóveis; denúncias feitas por usuários do transporte público apontam também para a utilização dos dispositivos feita por motoristas de ônibus.

"Mais de uma vez eu vi motoristas com o celular na mão enquanto dirigiam o ônibus na estrada", lembra a analista de importação Edna Sousa. "Eles ficam grudados no aparelho o tempo todo e acabam colocando dezenas de pessoas em risco. Já tive vontade de denunciar, mas não fiz isso ainda - afinal, a pessoa precisa do emprego. Mas, e a nossa vida, não vale mais do que isso?", questiona Edna.

Identidade visual

A identidade visual da campanha é inspirada no aplicativo WhatsApp, e o objeto gráfico do balão de comunicação, com o smartphone centralizado, é sinalizado como não recomendado, ou proibido, pela faixa diagonal, assim como nas placas de trânsito.

A paleta de cores também é inspirada nas placas de trânsito: o vermelho alerta sobre o perigo do uso do smartphone no trânsito, enquanto o preto e o branco complementam a paleta. A fonte utilizada no logo e nas peças produzidas é a Arial Black, fonte comum e de fácil leitura, utilizada em diversos meios digitais, como o próprio WhatsApp.


Fonte:


Notícias relevantes: