Indaiatuba

Iniciativa custou cerca de R$ 10 mil aos envolvidos

O valor investido para atender a 30 pacientes com armações e óculos girou em torno de R$ 10 mil e, de acordo com Janaína Almeida, a proposta é de que o projeto alcance cada vez mais pessoas.

"Ao todo, 30 profissionais entre mestres, diretores, professores e formandos do Instituto Filadélfia atenderam aos moradores de Indaiatuba. Nós temos que fazer estágios, então resolvemos fazer esse projeto solidário e atrelar a prática acadêmica com a ajuda ao próximo", afirma.

Depois desse projeto piloto da avaliação de um oftalmo e entrega de óculos, a parceria entre a entidade e as empresas visa ampliar ainda mais o atendimento solidário aos moradores de Indaiatuba. "A ideia é ter mais projetos, como fisioterapia, clínico geral, psicologia, fora a optometria e a oftalmologia, que já estamos fazendo. Criar novas parcerias com outras universidades e empresas que queiram apoiar", avisa Adriano.

Solidários

Em Indaiatuba, a Acoucai já desenvolve alguns projetos solidários junto à comunidade há mais de três anos. Um dos casos é a capoeira inserida nos Centro de Referência da Assistência Social (Cras) e também ajuda na parte de alimentação nos fins de semana aos moradores de rua. Durante a atuação, a associação constatou cerca de 55 moradores de rua que necessitavam dessa ajuda.

Os moradores de Indaiatuba que desejam participar do projeto só precisam fazer um cadastro na sede da Acoucai, que fica na Rua Victório Zoppi, 54, Jardim Costa e Silva. Os interessados precisam levar documentos pessoas e comprovante de endereço de segunda a sexta-feira durante o horário comercial.


Fonte:


Notícias relevantes: