Indaiatuba

Organização aumenta zelo para participação de fiéis

De acordo com Salete, o número de pessoas na comitiva é bem menor do que nas edições passadas. "A Romaria significa a renovação da fé; hoje percebo que muitos se afastaram da religião e, infelizmente, não dão importância a eventos como este", opinou.

Ela lembrou ainda da preocupação que os romeiros têm com os animais. "Eu tenho dois cavalos, e ambos são treinados para enfrentar a maratona da Romaria - minha égua Morena irá me acompanhar no trajeto. Antes de participar, a pessoa tem a obrigação de verificar as condições do seu animal, pois, se ele não tiver o treinamento adequado, não irá aguentar, pois a viagem é longa", ressaltou Salete. "Se eu vejo alguém maltratando um animal, forçando-o, sem dar-lhe tempo adequado de descanso, água e alimentação, eu aviso os organizadores", declarou.

Salete criticou ainda o consumo de bebidas alcoólicas durante a travessia. "Como eu disse, trata-se de um evento religioso; portanto, haverá fiscalização policial, incluindo teste do bafômetro, e quem estiver ali pela fé, certamente não terá problemas", garantiu a romeira.

O presidente da Romaria acrescentou que o distintivo é obrigatório a todos os participantes. "O roteiro conta com forte fiscalização policial, e aqueles que não estiverem portando os distintivos da Romaria ou aprontarem durante o trajeto, podem ser detidos", salientou Cidão.


Fonte:


Notícias relevantes: