Indaiatuba

SUS libera agenda digital para consultas

AGENDA

A população de Indaiatuba já pode contar com a agenda digital para consultas pela internet em todas as Unidades de Saúde. O novo serviço foi disponibilidade este mês pela Secretaria de Saúde.

Os pacientes do SUS que precisam agendar consultas e alguns serviços de enfermagem como coleta de papanicolau (Citologia Oncótica), eletrocardiograma, controle de pressão arterial e diabetes já podem acessar o recurso pela rede por meio de celular, tablet e computador.

Inicialmente, o paciente deve comparecer até a sua Unidade de Saúde de sua referência, fazer um cadastro rápido e recebe uma senha de acesso. Após esta ação, já consegue fazer seus agendamentos sem precisar ir até a UBS.

"Poucos convênios agendam consultas pela internet, mas os pacientes do SUS já contam com este recurso, esta é uma parceria com o Departamento de Informática da Prefeitura (Depin)", lembra a assessora da Saúde, Graziela Drigo Bossolan Garcia.

A ferramenta em breve permitirá ao paciente receber um alerta que o avisará da data e horário da próxima consulta, diminuindo as faltas. Futuramente também permitirá ao paciente saber quando será a programação para retirada de medicamentos.

Protocolos

O Ministério da Saúde vai atualizar 12 Protocolos Clínicos de Diretrizes Terapêuticas (PCDTs) para modernizar os tratamentos adotados para diversas doenças pelo (SUS). Cinco deles já estão em consulta pública e os outros entrarão nas próximas semanas. A revisão dos protocolos é uma das prioridades assumidas pela gestão do ministro Ricardo Barros para maior eficiência e qualidade do serviço público.

Estão na lista das primeiras atualizações os protocolos de atendimento e tratamento contra hepatite B, anemia para doenças renais crônicas, doença falciforme, um tipo de aneurisma, além de procedimentos específicos para pessoas que passaram por transplante hepático, cardíaco ou de pulmão.

"Queremos ouvir a sociedade para qualificar os atendimentos pela rede pública de saúde. O compromisso da minha gestão é dar transparência e efetividade ao que nos propomos a fazer", destacou o ministro.

As consultas para esses cinco protocolos ficarão disponíveis até 5 de setembro (20 dias após a publicação) para contribuições da sociedade civil, especialistas e interessados por meio do site http://conitec.gov.br/index.php/consultas-publicas. As sugestões serão analisadas pela Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec).


Fonte:


Notícias relevantes: