Indaiatuba

Upar ganha concessão de terreno

UPAR

Após um ano de reivindicações, a União Protetora dos Animais de Rua (Upar) conseguiu o espaço para suas atividades. A Câmara Municipal aprovou a concessão administrativa de terreno no Park Comercial, no Distrito Industrial, pelo prazo de 20 anos.

Como condição, a ONG deverá dar início à construção de um prédio destinado ao funcionamento de suas atividades, com área mínima de 50m², no prazo de 12 meses; a obra deverá ser concluída em até 36 meses, contados da data da assinatura da concessão do terreno.

O novo espaço destinado a Upar pertence ao patrimônio público municipal e possui área total de 2.340,16m². "Agora estamos aguardando o projeto da construção, que a Prefeitura prontamente nos ofereceu, e que já está sendo elaborado. Assim que estiver finalizado, iniciaremos as primeiras construções", comenta Dani Martinatti, protetora animal e voluntária da Upar.

Antes de transferirem os animais e pertences ao novo terreno, a construção deverá estar pronta. "Ainda não sabemos quanto vamos gastar para completar o projeto, porém o Rotaract criou o projeto Dog House, e já tem caixa para começar a construir; eles arrecadaram em torno de R$ 30 mil", revela a voluntária.

Atualmente, a ONG ocupa área localizada na Estrada do Tombadouro, na Chácara Santo Antônio, em um espaço cedido por uma das voluntárias. "A Upar está ali há uns 15 anos, e conseguiu realizar algumas benfeitorias, entre as quais uma clínica e um banheiro, além da melhoria nos encanamentos - tudo doado pela Prefeitura", conta Dani.

Como ajudar

"Além do apoio do Rotaract, nós sempre realizamos eventos e pedimos a colaboração das pessoas, pois o cuidado com os animais demanda muitos recursos, como ração, limpeza do abrigo, medicamentos etc.", explica Dani.

Para quem quiser ajudar a Upar, há várias opções. "A pessoa pode se tornar sócia-colaboradora, com a contribuição mínima de R$ 20 por mês; apadrinhar um animal do abrigo até que ele encontre um lar; doar produtos de limpeza ou ração; e ajudar nos mutirões de faxina que ocorrem aos domingos", cita a voluntária.

Ela fala ainda que a maior dificuldade é angariar e manter os associados. "Temos poucos associados e muitos animais necessitam de tratamento veterinário e medicação. Por isso, solicitamos o apoio da sociedade para continuarmos ajudando a amenizar o sofrimento deles", observa. Os interessados em doar quantias em dinheiro, ou que queiram saber sobre outras formas de ajudar, basta ligar no (19) 99653-9246 e falar com Dani.

"Quero também agradecer a voluntária Sílvia Helena Pinto, que foi quem teve a ideia de falar com o prefeito sobre o novo terreno para a Upar; e ao Beggo, que insistiu bastante, correu atrás de tudo o que precisava e foi incansável até conseguirmos a concessão", finaliza Dani.


Fonte:


Notícias relevantes: