Indaiatuba

Reajuste da gasolina não chegou à cidade

COMBUSTÍVEL

A Petrobras anunciou na semana passada a redução de 3,2% no valor da gasolina e do diesel em suas refinarias valendo desde sábado, dia 15. A previsão era de que os novos valores passassem a valer a partir de ontem.

Os reajustes para baixo são em virtude da nova política de preços aprovada pela Petrobras, no dia 13 de outubro, e preveem ainda um custo 2,7% menor para o diesel. Entretanto, para o consumidor final, a redução será inferior, e irá girar em torno de 1,5%.

Diante disso, a Tribuna foi até os postos de abastecimento para saber se o preço mais baixo já chegou para o consumidor. A expectativa é a de que as próximas remessas dos combustíveis já venham com descontos.

Os novos preços serão aplicados nos combustíveis vendidos diretamente no atacado, exclusivamente para os postos; e os valores repassados ao consumidor vão variar de acordo com a política de cada posto de abastecimento. "Como ainda não chegou combustível novo, não sabemos com qual preço irá chegar", comenta o proprietário de uma das unidades do posto São Paulo. "Nós compramos combustível em média três vezes por semana; e no mês, são cerca de 20 vezes. Eles têm uma política de reajuste de preço que nós não conhecemos, ou seja, não sabemos quando poderá vir com aumento ou desconto", continua.

Segundo o dono do posto, o último reajuste de gasolina que eles receberam ocorreu há aproximadamente seis meses. "Já o etanol (álcool) sofre reajuste direto - na semana passada mesmo teve um (em torno de 5%)", salienta. "O combustível que eu tenho no tanque, eu não posso mexer no preço, pois já paguei por ele e teria prejuízo", argumenta.

Questionado sobre possíveis ofertas de determinados lotes de combustível, por parte da Petrobras, o empresário afirma que isso nunca foi feito. "Eles nunca mandaram combustível com oferta especial ou limitada; pelo menos, não aqui pra gente", conclui.

Repasse

Em outro posto de abastecimento, na região central, a gerente disse também não ter conhecimento do índice de redução na gasolina da Petrobras. "Até o momento não recebemos nenhum comunicado sobre a redução no custo. Como pegamos combustível toda semana, talvez venha já com preços menores nos próximos dias", opina.

Também em uma das unidades dos postos BR da região central, o frentista fala que o combustível com preço mais baixo deverá chegar já nesta semana. "A gasolina deverá vir com desconto de até 3%, e é este índice que deveremos repassar ao consumidor", afirma.


Fonte:


Notícias relevantes: