Indaiatuba

Terreno incomoda moradores no Centro

DENÚNCIA

Os moradores de um quarteirão da Rua Voluntário João dos Santos, no Centro da cidade, reclamam de um terreno baldio, que há mais de três anos está sem portão ou cerca. O local é atrativo para usuários de drogas, além de favorecer acúmulo de lixo.

A vizinha do terreno, Cida Causs, falou da preocupação em relação à segurança. "Não ficamos tranquilos de jeito nenhum. Quase sempre escutamos barulho de gente ali, que vem para usar drogas e praticar promiscuidades; isso incomoda a gente, já que o muro que divide minha casa do terreno não é muito alto, e alguém pode tentar pular", comentou.

A sogra de Cida também diz que a situação não é das melhores. "Por diversas vezes nossa cachorra fica inquieta, porque percebe pessoas estranhas ali - nos sentimos bastante inseguros com isso", relatou.

Já uma vizinha delas, que não quis divulgar o nome, mora no local há mais de 30 anos, e disse que o terreno está assim há quase quatro anos. "Ela (antiga proprietária) morava ali com os pais, mas vendeu a casa em 2013. Nós não entendemos porque o novo dono derrubou tudo, já que o imóvel havia sido reformado pouco tempo antes da venda", contou.

Facebook

De acordo com informações obtidas de alguns moradores, a antiga proprietária vendeu o imóvel, porém, o atual dono do terreno ainda não transferiu a área para o seu nome. A Reportagem procurou a mulher para comentar o caso, mas não teve retorno. Em seu perfil nas redes sociais, porém, a ex-dona publicou diversos posts reafirmando:

"Tenho recebido ligações a respeito desse terreno, sito à Rua Voluntário João dos Santos, Centro! Uma pessoa desinformada, não sei qual motivo publicou que o terreno tem dois donos! Mais uma vez venho a público dizer que esta informação é falsa, não procede! Não sou proprietária desde 2013, pois foi vendido por mim! Se alguém se sentir lesado, por favor, procurar as autoridades!"

A postagem foi publicada quatro vezes, nas quais ela reitera: "Estou publicando novamente o terreno sito à Rua Voluntário João dos Santos número ... centro, para que as pessoas fiquem cientes que a afirmação de uma certa pessoa desinformada, de que existe dois donos, não procede; esse terreno não é meu, eu o vendi em 2013!"

Dívida ativa

A Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) não tem autorização para divulgar o nome do proprietário da área, porém, afirma que o mesmo já foi notificado e autuado por quatro vezes. Como as multas não foram pagas, a Prefeitura o encaminhou para a dívida ativa.

Na tarde de ontem, uma nova notificação foi emitida, a fim de que o proprietário proceda com o fechamento e a limpeza do terreno. No caso da manutenção, o prazo é de 15 dias; e o portão ou cerca deve ser instalado em até 90 dias.


Fonte:


Notícias relevantes: