Indaiatuba

Conta de energia vai ficar 24% mais barata

ENERGIA

Contrariando previsões de aumento na conta, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou hoje (18/10) a redução média de 24,18% nas tarifas aplicadas pela CPFL Piratininga, que atende a 1,68 milhão de clientes em 27 municípios no interior e no litoral paulista, incluindo Indaiatuba. As novas tarifas entrarão em vigor a partir de 23 de outubro.

A conta de luz dos clientes de alta tensão, como indústrias, será reduzida em 30,22%. Por sua vez, a tarifa dos consumidores de baixa tensão, como residências e serviços comerciais de pequeno porte, terá queda de 19,48%. Os novos porcentuais foram autorizados pela Aneel em reunião de diretoria realizada hoje.

A redução da conta de luz reflete a diminuição no valor cobrado na tarifa do encargo setorial CDE e do menor custo de compra de energia produzida pela usina hidrelétrica Itaipu, cotada em dólar (em 2016, houve redução da tarifa em dólar e valorização do real). Outro fator que contribuiu para a queda foi a devolução da perda de receita causada pela liminar obtida pelos grandes consumidores para não pagar a CDE.

Esses custos compõem a chamada Parcela A, que não são gerenciáveis pela CPFL Piratininga e não compõem a sua remuneração. A Parcela B, que considera os gastos operacionais gerenciáveis da empresa e determinam a sua remuneração, representa uma pequena parcela da tarifa de energia estabelecida pela Aneel.

Entre os principais municípios atendidos pela CPFL Piratininga estão Cubatão, Jundiaí, Santos, São Vicente e Sorocaba.


Fonte:


Notícias relevantes: