Indaiatuba

Correios ainda analisa abertura de concurso

CONCURSO

Após reclamações dos leitores quanto ao atraso da entrega de correspondências pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) em diversos bairros, a empresa estatal comentou a possibilidade de um novo concurso público para contratação de mão de obra, já cogitado em outras oportunidades.

A Reportagem questionou a estatal para saber se o problema nas entregas é por falta de funcionários, já que ocorreram novas demissões em julho deste ano. De acordo com os Correios, diante da reestruturação organizacional e da reorganização do processo produtivo, a empresa está reavaliando todos os estudos relacionados ao quantitativo da força de trabalho em cada localidade. "Somente após a conclusão desses estudos será possível dimensionar a real necessidade de efetivo para realização de um novo concurso público", afirmou.

Atualmente, nas unidades operacionais de Indaiatuba, o efetivo total é de 90 empregados. As demissões na época, segundo a estatal, foi de empregados terceirizados porque eles foram contratados com o objetivo de cobrir férias, licenças médicas e afastamentos de empregados efetivos; além de eventos sazonais, como a Black Friday, em que há volume maior de compras pela internet. Desde 2014, quando começaram reclamações neste sentido, a empresa contratou terceirizados temporários algumas vezes para sanar as demandas.

Pontuais

Na Tribuna de terça-feira, leitores reclamaram de atrasos nos bairros Cidade Nova II, Aqui Se Vive, Juscelino Kubitschek, Bela Vista, Jardim Morada o Sol e no Centro, os Correios responderam, por meio de sua assessoria de imprensa, que não foram detectados atrasos nos bairros Juscelino Kubitschek e Jardim Morada do Sol.

De acordo com a empresa, embora não ocorram de forma diária, as entregas estão sendo feitas regularmente nesses locais. Já nos bairros Cidade Nova II, Aqui Se Vive, Bela Vista e Centro ocorreram atrasos pontuais, segundo a estatal.

De acordo com os Correios, os atrasos ocorreram por problemas operacionais. "Alguns atrasos pontuais fo-ram causados por problemas operacionais no serviço de distribuição domiciliária. Já estão sendo tomadas providências para minimizar os impactos à população", garantiu a empresa.

Após a matéria divulgada na última edição da Tribuna, dia 18, outros internautas reclamaram da demora das entregas. Foram relatados problemas nos bairros Jardim Portal do Sol, Jardim Paulista, Tancredo Neves, Jardim Califórnia, Vila Brizola, Jardim Carlos Aldrovandi, Colinas de Indaiatuba I, Jardim Europa, Jardim Regente, Portal do Sol, Jardim Brasil, Vila Todos os Santos, Jardim Itamaracá, Jardim Alice, Jardim Santiago, Jardim Pedroso e Vale das Laranjeiras. 


Fonte:


Notícias relevantes: