Indaiatuba

Liminar afasta Reinaldo Nogueira e secretário de administração por cobrança de propina

PROPINA

O juiz da 2° Vara Cível de Indaiatuba, Sérgio Fernandes, deferiu o pedido de liminar do Ministério Público, afastando dos cargos o prefeito Reinaldo Nogueira do PMDB e o secretário de Administração, Núncio Lobo Costa por improbidade administrativa.

O empresário Sérgio Mário de Almeida Filho também é alvo da ação. Sérgio é proprietário das empresas FCBA Construtora Ltda., FCBA Construtora Eirelle e Almeida & Associados Construções e Empreendimentos Ltda. Dados da promotoria apontam que elas venceram licitações entre 2013 e 2015, com montante R$ 40 milhões.

De acordo com a denúncia, o prefeito de Indaiatuba, o secretário e Sérgio uniram-se para a prática de improbidade administrativa. O secretário faria intermediação em um esquema de  “cobrança de percentuais, junto a empreiteiras”, em obras licitadas. O valor cobrado em propina seria de 5%.

As informações são da CBN Campinas e amanhã, no jornal impresso da Tribuna, você confere mais detalhes.

Veja também:

Gaeco cumpre mandados em construtoras da cidade


Fonte:


Notícias relevantes: