Indaiatuba

Programas do governo que utilizam nota do Enem

EXAME

O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) será aplicado neste fim de semana, dias 5 e 6 de novembro, dividido em quatro provas. E, a nota além de ajudar a garantir uma melhor posição em universidades, ela também é utilizada em alguns programas educacionais do governo federal. 

No primeiro dia de prova, os alunos terão 4h30 para realizá-la e serão contempladas as áreas de Ciências Humanas e suas Tecnologias e Ciências da Natureza e suas Tecnologias. No segundo dia, o tempo para a realização de prova aumenta para 5h30 e terá como foco as áreas Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Redação e Matemática e suas Tecnologias.

De acordo com dados disponibilizados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), 7.468 pessoas estão inscritas para fazer a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2016 em Indaiatuba.

Confira os programas do governo federal em que se utiliza nota do Enem:

1) Ciências Sem Fronteiras

Trata-se de bolas de estudo em universidades estrangeiras. E para participar, o candidato precisa estar cursando o ensino superior nas áreas contempladas. Os editais para o programa são abertos ao longo do ano. Neste programa, o aluno deverá ter feito 600 pontos ou mais no Enem. 

2) Fies

Este programa oferece financiamento de cursos em instituições privadas a uma taxa efetiva de juros de 6,5% ao ano. O percentual do custeio é definido de acordo com o comprometimento da renda familiar mensal bruta per capita do estudante. Para participar, os alunos precisam estar matriculados regularmente em cursos de instituições privadas de ensino superior e ter renda per capita de até três salários mínimos.  Os estudante deverá ter feito o Enem a partir da edição de 2010 e obtido no mínimo 450 pontos e não poderá zerar a redação. 

3) Sisu

O Sistema de Seleção Unificada seleciona candidatos para vagas em instituições públicas de ensino superior. O candidato deve fazer a inscrição no processo seletivo que ocorre duas vezes por ano. É preciso ter concluído o ensino médio. Não poderá zerar a redação e algumas instituições adotam nota mínima para inscrição em determinados cursos. 

4) Certificado do ensino médio

Neste caso é para o candidato conseguir o diploma do ensino médio. Ele deve fazer a opção na inscrição para o exame e ter 18 anos ou mais na data da prova. Além disso, precisa conseguir ao menos 450 pontos em cada uma das áreas de conhecimento das provas objetivas e 500 pontos na redação. 


Fonte:


Notícias relevantes: