Indaiatuba

Empresa quer produzir a própria energia no futuro

A ideia de trazer o veículo elétrico surgiu no final de 2015, quando a fabricante chinesa apresentou o projeto à diretoria da Corpus. "Sempre primamos pela qualidade de vida das pessoas e do meio ambiente, e o fabricante mostrou ter princípios similares aos nossos; foi uma parceria de sucesso", conta Charles.

O gerente revela também que, até o final de 2016, a Corpus irá receber mais um veículo elétrico. "Será um furgão para coleta de lixo hospitalar; também será cem por cento elétrico e fornecido pelo mesmo fabricante", diz. "O caminhão elétrico veio para somar; até 2018 ou 2019, pretendemos ter este modelo em toda a nossa frota", considera Charles. Além do novo modelo, atualmente a Corpus possui 12 caminhões a diesel em sua frota, a serviço do contrato de coleta domiciliar em Indaiatuba.

Paralelo ao projeto de inovação tecnológica, a Corpus tem a intenção de produzir a própria energia elétrica. "São planos para o ano que vem, e a energia deverá ser produzida no aterro sanitário", completa.

Além de Indaiatuba, o caminhão elétrico faz percursos em outras cidades: Paulínia, Valinhos, Salto, Tietê e Elias Fausto. "São municípios próximos, e o veículo pode perfeitamente atender às suas necessidades", complementa.


Fonte:


Notícias relevantes: