Indaiatuba

Lojistas apostam no Black Friday para melhorar as vendas no mês

PROMOÇÃO

A próxima sexta-feira será o dia da Black Friday no Brasil, onde diversas lojas colocam seus itens com promoções que podem chegar a 80% de desconto. Este ano, a campanha inspirada no varejo norte-americano, irá tentar superar a crise e atrair os consumidores. Tanto é que diversas lojas já estão antecipando as ofertas e baixando os preços de seus produtos.

Um dos lojistas de Indaiatuba, do setor de vestuário, conta com vários itens com descontos de 50%. "Estamos trabalhando com as ofertas há 15 dias, o que incrementou o movimento", conta a supervisora de loja Neusa Nunes Flores. Neusa revela que o número de consumidores que visitam a loja no Centro aumentou entre 20% a 30%. "Com as ofertas da Black Friday, esperamos um acréscimo de 80% nas vendas", observa.

Os comerciantes estão com expectativas sobre o 13º salário, que deverá dar um upgrade nas vendas. A empresária Eva Maria Araújo conta que irá começar com as promoções na sexta-feira e irá estender o prazo até o dia 30 de novembro. "Muita gente só irá receber o abono na semana que vem; por isso, vamos manter as ofertas até o final do mês", pontua.

Os descontos nas lojas de Eva Maria serão de 50% a60% nas coleções anteriores. "Haverá promoções na linha festa, que sempre vale a pena aproveitar, pois os vestidos vão continuar na moda nas próximas estações. Teremos também vários calçados, porém, nosso carro-chefe é a moda casual", completa. "Nós também contamos com o atendimento delivery, que é um diferencial, em que disponibilizamos um motoboy que leva as peças para os clientes", conclui Eva.

Ivete Wada e Carlos Sousa, que atuam no ramo de cama, mesa, banho e bordados, no Jardim São Francisco, também estão com diversas ofertas. "A loja toda está com descontos, especialmente a linha pesada (cobre-leitos e edredons), que oferecemos 45% sobre os preços já praticados em período normal", explica Ivete.

"Além disso, em qualquer compra, o consumidor poderá estourar um balão, onde há um desconto adicional, que pode variar de 5% a 15%. Caso ele tire 5%, ganha também o direito de retornar no final da promoção para concorrer a um prêmio", complementa.

Expectativas

Uma pesquisa encomendada pelo Google em setembro traçou um panorama das expectativas do consumidor brasileiro para a data. O estudo, que entrevistou 800 pessoas, entre os 18 e 54 anos, de cinco regiões e pertencentes às classes A, B e C, mostra que 74% deles estão ansiosos para a Black Friday. Entre as decisões de compra, o estudo aponta que 42% priorizam o preço; 21% o parcelamento das compras; e 17% por confiar na loja. Ainda de acordo com as respostas, a data deverá propiciar a compra de smartphones, TVs, artigos de informática, equipamentos audiovisuais, eletrodomésticos e portáteis.

Conforme estimativas da Associação Comercial e Industrial de Campinas (Acic), as vendas da Black Friday deverão trazer ofertas de 30% a 80%. "A data se caracteriza pelos elevados descontos promovidos pelas empresas", esclarece o economista da Acic, Laerte Martins.

De acordo com levantamento da entidade, em 2015 a movimentação da Black Friday em Campinas e região chegou a quase R$ 150 milhões, o equivalente a 9,38% da movimentação nacional. Este ano, esperamos um movimento de R$ 195 milhões (9,30% do total nacional)", observa Laerte.


Fonte:


Notícias relevantes: