Indaiatuba

Gaspar anuncia corte de comissionados

Sobre as nomeações para as secretarias municipais, Gaspar não entrou em detalhes, tampouco indicou o percentual de alterações. "No momento, só posso dizer que haverá mudanças. Alguns necessitam sair, e outros nós vamos retirar para dar uma 'oxigenada'. Quero ainda reiterar que todos são competentes", afirmou.

Em relação aos funcionários comissionados da Prefeitura, Gaspar sinalizou que irá promover remanejamento e exclusões relevantes. "Trata-se de uma necessidade urgente de reduzir custos. O próximo ano não será fácil para ninguém - aliás, 2016 já foi difícil, tendo em vista que tivemos R$ 20 milhões a menos em arrecadação. Vamos precisar ter pé no chão e tranquilidade, e a redução de custos já começa pela folha de pagamento", ressaltou.

Prioridades

O novo gestor municipal comentou que dará continuidade às obras iniciadas por seu antecessor. "Estou recebendo uma Prefeitura que funciona muito bem e com dinheiro em caixa - coisa muito difícil de se ver nos outros municípios. Quero promover uma gestão tão boa quanto esta, porém, com maior segurança possível", completou Gaspar.

Ele citou as mais de 30 obras em andamento, e que dará prioridade à Saúde e ao transporte público. "Eu tinha o compromisso de criar a Secretaria de Transportes, mas isso não será para agora. Aliás, pretendo juntar Trânsito e Transportes (duas diretorias hoje), que futuramente serão uma só", observou.

Gaspar revelou ter visitado as unidades de saúde, para ver de perto as necessidades da população. "Durante o período eleitoral houve muitas histórias e reclamações. Então, fui ver pessoalmente o que necessita melhorar; e percebi que a nossa cidade funciona muito melhor do que outros municípios", assegurou.

Para Fábio Conte, a transição será bastante tranquila. "Gaspar já tem 20 anos de Prefeitura, e a tarefa será basicamente levantar o que as Secretarias estão fazendo, e como estão as finanças de cada uma. Ele está se inteirando de tudo e garantiu que quer fazer uma gestão ilibada; por isso, todos estão colaborando para não omitir nenhuma informação", apontou.


Fonte:


Notícias relevantes: