Indaiatuba

Indaiatuba sobe 119 posições no VerdeAzul

MEIO AMBIENTE

Indaiatuba avançou consideravelmente em sua posição no ranking do Programa Município VerdeAzul (PMVA) do governo estadual. A cidade ganhou 86,16 pontos, conquistando o 43º lugar e ficando entre as cinco mais pontuadas da Região Metropolitana de Campinas (RMC).

Conforme o ranking divulgado nesta quinta-feira pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente, várias cidades da RMC também melhoraram sua pontuação no programa. Todas recebem certificados de melhor gestão ambiental durante o ano de 2016. Entretanto, desta vez, apenas sete dos 20 municípios da região garantiram a certificação.

As outras cidades no topo da lista do PMVA são Campinas, com 93,7 pontos (12º lugar); Americana, 90,56 pontos (24º); Jaguariúna, 88,74 (30º); e Nova Odessa, com 87,34 pontos (39º lugar).

Além dos cinco municípios, foram certificados ainda outros 72 em todo o Estado de São Paulo, e entre eles estão Jundiaí, Sorocaba, Franca, Limeira, Salto, Itu, Amparo, Tatuí, Cabreúva, Atibaia e Vinhedo. As mais pontuadas foram Novo Horizonte (98,69 pontos); Botucatu (98,11); Jundiaí (97,45); Catanduva e Votuporanga (97,38) e Bragança Paulista (96,81).

A certificação no programa favorece os municípios com a prioridade no repasse de recursos por parte do Fundo Estadual de Prevenção e Controle da Poluição (Fecop). De 2015 para cá, a RMC teve apenas uma cidade que não foi certificada - Itatiba - que conseguiu apenas 68,24 pontos e acabou ficando em 121º lugar.

Volta por cima

No ano passado, Indaiatuba amargou a 162ª posição no ranking do PMVA, com apenas 68,27 pontos. Foi uma queda considerável em relação a 2014, quando a cidade obteve 81,28 pontos e ficou em 98ª posição.

De acordo com José Carlos Selone, secretário municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Semurb), no início de 2016 foi enviado um pedido de revisão, pois vários projetos desenvolvidos no município não haviam sido avaliados pela equipe estadual. Na época, Selone citou os documentos apresentados pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), onde "constavam informações sobre o índice de qualidade das águas".

Coroação

"A classificação de Indaiatuba no 43º lugar no ranking do VerdeAzul vem coroar todo o trabalho que a Secretaria vem desenvolvendo ao longo desses anos na área ambiental. Temos uma equipe empenhada nessa área e já esperávamos essa conquista desde o ano passado, quando por um problema técnico nos arquivos enviados aos organizadores, não conseguimos a certificação. É mais uma conquista para comemorarmos", declarou em nota o secretário Selone.

Sobre as ações futuras, ele afirmou que pretende continuar os trabalhos com o intuito de melhorar ainda mais a gestão ambiental do município. "A ideia não é apenas conquistar uma boa classificação, já que isso é uma consequência; o objetivo maior é o de fazer com que a nossa cidade faça a sua parte para garantir a própria saúde e a do planeta", finalizou Selone.


Fonte:


Notícias relevantes: