Indaiatuba

Suplementos alimentares trazem praticidade aos treinos

Para o nutricionista, um dos principais diferenciais dos suplementos alimentares é a praticidade. "Eles oferecem nutrientes isolados que podem ser usados para atender à demanda de um atleta ou um indivíduo ativo. Em alguns casos, as necessidades desses nutrientes só podem ser atendidas por meio do consumo de forma isolada, ou seja, suplementando", explica. "As restrições de quantidade dependerão de cada suplemento. Temos a creatina, por exemplo, que se consumida em excesso causa desconforto; e os produtos que fornecem macronutrientes (carboidratos, proteínas e gorduras), que em excesso podem gerar aumento de tecido adiposo", completa.

Para quem pratica exercícios de maneira intensa e busca o ganho de massa magra, suplementos que tenham uma boa fonte de proteína são indispensáveis. "É o caso de das proteínas de origem vegetal, como a do arroz e da ervilha", cita.

Segundo Diogo, a elaboração de uma dieta é regida por quatro leis básicas: quantidade, qualidade, harmonia e adequação. Elas influenciam na boa resposta do organismo e na composição corporal, formada pelas quantidades de massa muscular e gorda. "De uma forma muito resumida, podemos dizer que a quantidade de calorias consumida é o primeiro fator na lista daqueles que influenciam no aumento ou redução de peso. Vale lembrar que nos referimos a peso (números); assim, as outras três leis irão impactar na massa (muscular ou gorda) será eliminada ou ganha", considera.

Sobre o uso de aplicativos que auxiliam no controle de calorias ingeridas, o nutricionista diz que podem ser bons aliados. "De fato, contar as calorias pode ajudar a reduzir peso", comenta.

A musculação é indispensável. Diogo afirma que "é a mãe de todas as atividades; por isso, é importante que ela esteja presente na rotina, seja para o fortalecimento ou a eliminação de gordura corporal", orienta. Outro engano é o hábito da dieta de segunda a sexta e das atividades físicas de final de semana. "O processo é gradual e os resultados demoram um pouco para aparecer. O mais importante é ter o foco na rotina de treinos, já que compensar as faltas em apenas dois dias é um dos piores erros. Além disso, o nosso organismo não sabe que é final de semana, feriado ou que estamos de férias. Ele simplesmente trabalha e demanda nutrientes, e o nosso trabalho é continuar com a dieta durante sete dias na semana", completa.

Por fim, o nutricionista fala que só a reeducação alimentar irá proporcionar a perda de peso saudável, sem fome ou dietas mirabolantes. "De nada adianta consumir uma dieta linda e maravilhosa que é seguida pela capa de revista, se não é este tipo que o seu organismo necessita. O ideal é priorizar alimentos fontes de ácidos graxos mono e polinsaturado, aumentar o consumo de ômega-3, fibras, frutas, legumes e verduras, além da prática de exercício físico regular. De um modo geral, podemos dizer que é possível eliminar até seis quilos em um mês sem comprometer a saúde", conclui.


Fonte:


Notícias relevantes: