Indaiatuba

Alunos do Colégio Polo se preparam para vestibulares

Verena Oliveira tem 18 anos e no dia 15 vai ser uma das alunas do Colégio Polo que prestará a segunda fase do Vestibular da Unicamp. Ela prestou Odontologia e disputa uma vaga em um dos cursos mais concorridos da universidade. A vestibulanda conta que, além de focar no material didático Poliedro e ter o apoio dos professores que sempre estiverem dispostos a tirar dúvidas, também se dedicou aos estudos nos fins de semana.

"Separei as matérias que eu tenho mais dificuldade e tentei me dedicar mais a elas. Entretanto, para não ficar muito carregada com todas as disciplinas, separei exercícios de provas anteriores para facilitar nos estudos. Por ter aulas nos períodos da manhã e tarde, dediquei os fins de semana para estudar em casa", revela.

Segundo Elisete Prado, coordenadora pedagógica do Colégio Polo, nove alunos da escola passaram na Unesp, nos cursos de Medicina, Agronomia, Nutrição, Psicologia, Medicina Veterinária, Odontologia, e Engenharia Mecânica. "A prova da Unesp dá ênfase no Português e é formulada para medir uma formação generalista com certo equilíbrio entre as áreas. O Sistema Poliedro oferece ao aluno, ao longo de todo o Ensino Médio, vários formatos de avaliação, tanto com simulados como com avaliações oficiais. Isso faz com que o vestibulando se prepare paraas provas mais concorridas", comenta. Já na PUC, foram dez aprovados em cursos como Odontologia, Engenharia Civil, Engenharia Mecânica, Economia, Direito, Psicologia, Relações Públicas e Relações Internacionais.

André Vitor de Meneses tem 17 anos e passou na primeira fase do curso de Engenharia de Controle e Automação, na Unicamp. "Acompanhei todas as aulas e estudei refazendo exercícios de provas anteriores. O material didático é bem completo. Os simulados são constantes e ajudam muito", conta. Já a aluna Marina Von Zuben Veçoso passou na Fuvest no curso de Marketing. "Eu fiz resumos das matérias após ler a teoria e nas disciplinas de Exatas fiz os exercícios para fixação. A orientação educacional foi muito importante para me ajudar a organizar os horários, além disso, o material didático e os professores foram necessários para que eu atingisse meu objetivo", explica.


Fonte:


Notícias relevantes: