Indaiatuba

Secretaria promoveu um total de 28 mutirões

A Pasta promoveu em 2016 um total de 28 mutirões com 31.352 imóveis trabalhados. Foram recolhidos 3.327 sacos de 100 litros de pequenos criadouros, como garrafas, pratos de vasos, vidros, entre outros, nas residências e terrenos baldios. O Programa de Controle da Dengue retirou ainda 13 caminhões com criadouros mais pesados, tais como, pneus de carros e caminhões, tambores, latões, vasos sanitários.

A Secretaria ressalta que as ações de controle do mosquito Aedes aegypti são realizadas o ano inteiro. "Neste mês a equipe está realizando o índice larvário para analisar os bairros com maiores infestações neste período e o monitoramento constante das armadilhas de mosquitos adultos no Jardim Morada do Sol para ações rápidas. Os próximos mutirões serão definidos após o resultado do índice.

Também estão sendo realizadas várias frentes de prevenção e conscientização, como envio de correspondências para igrejas com solicitação de repassar as prevenções aos frequentadores; colagem de cartazes nos ônibus; colocação de faixas em alambrados; colocação de wobbler em gôndolas de supermercados e farmácias; e exposição com equipamento touchscreen com exibição de vídeos em locais de grande circulação de pessoas", informou a Pasta, por meio de sua assessoria de imprensa.

Reforço

Para reforçar a prevenção contra o mosquito, o Ministério da Saúde vai repassar a todos os municípios a quantia de R$ 152 milhões. Para os 645 municípios de São Paulo, serão destinados R$ 20,3 milhões.

O recurso foi garantido em portaria publicada no dia 29 de dezembro e deverá ser liberado em duas etapas. Na primeira, serão repassados a partir da data da publicação da portaria. O repasse da segunda está condicionado ao cumprimento de alguns critérios até o dia 30 de junho de 2017.

Conforme publicado na portaria, Indaiatuba deve receber o montante de R$ 100.499,35, sendo R$ 60.299,61 na primeira parcela e R$ 40.199,74 na segunda parcela.


Fonte:


Notícias relevantes: