Indaiatuba

Cidade ganha mil mudas de árvores da CPFL

A CPFL Piratininga doou 2.157 mil mudas de árvores para quatro municípios incluindo Indaiatuba.

A iniciativa consumiu R$ 107,85 mil em investimentos. Sorocaba foi a cidade que recebeu o maior número de doações (1.050 plantas), entre mudas e árvores. Indaiatuba vem na sequência, com mil mudas, e depois vêm Itu (87) e Salto (20).

De acordo com a CPFL, a Prefeitura define o local onde as mudas serão plantadas, podendo escolher espécies de pequeno e médio porte para plantio sob nossas redes, ou até mudas de árvores de grande porte para plantio em praças, jardins e parques. A Administração, por sua vez, ainda não registrou a doação, como informou a assessoria de imprensa.

Entre as espécies disponibilizadas estão: Angelim Rosa, Espirradeira, Flamboyant Mirim, Ipê Amarelo, Ipê Branco, Ipê Roxo, Flamboyant-Mirim, Manacá da Serra, Pitanga, Quaresmeira Rosa e Resedá.

"O convívio harmonioso entre redes elétricas e arborização é de suma importância, tendo em vista que a interferência de galhos e árvores representa dois terços do tempo em que o cliente fica sem energia. Em 2016, por exemplo, a CPFL Paulista registrou 14.637 interrupções provocadas por intervenções da vegetação no sistema de distribuição", completa o presidente Carlos Zamboni Neto.

Benefícios

A CPFL elencou ainda os benefícios desse "convívio harmonioso", que evita danos nas redes de energia, água subterrânea, esgoto, telefonia, gás e galerias de águas pluviais; assim como entupimentos de calhas e canalizações; comprometimento da iluminação pública; e da acessibilidade das calçadas.

Problemas

Por fim, reforça as consequências do contato das árvores com a rede, como: vazamentos de corrente elétrica da rede para o solo, podendo atingir pedestres; rompimento de condutores, com risco de acidentes com pessoas; risco de curto-circuito, com interrupção do fornecimento de energia, danos em aparelhos elétricos, interferência com o sistema de sinalização, desligamento da iluminação pública e comprometimento dos sistemas de segurança e danos aos equipamentos do sistema elétrico etc.

Solicitações de podas de árvores cujos galhos oferecem risco de interferência na rede elétrica ou à população, podem ser feitas por meio do site www.cpfl.com.br.


Fonte:


Notícias relevantes: