Indaiatuba

Casa da Fraternidade pede ajuda com doações e mais voluntários

APOIO

A Casa da Fraternidade, localizada no Jardim Oliveira Camargo, está em busca de novos voluntários e doações. São atendidas no local 130 crianças, todas moradoras do bairro, que encontram ali oportunidades de aprendizado por meio das oficinas.

No entidade, crianças e adolescentes participam de diversas atividades e ainda recebem café da manhã e almoço. Sob a coordenação de Guaraciaba Ferreira Pioltine, a Guará, a Casa da Fraternidade auxilia a população da periferia do município desde a década de 1990. "Hoje nós atendemos a 130 crianças, e só este ano já tivemos 81 matrículas", conta Guará.

Ela diz que a principal necessidade da casa são os voluntários. "Atualmente, temos 12 pessoas trabalhando aqui, mas, se tivéssemos mais gente, poderíamos fazer mais pelos assistidos. Além das oficinas, nós fazemos passeios com eles", explica.

"Recebemos jovens de 6 a 17 anos, mas a maioria está na faixa dos sete a dez anos", complementa Guará. Por isso, os gastos com alimentação e materiais são muito elevados. "Eles utilizam muito material escolar como cadernos, lápis, borracha; as crianças gostam muito dessas atividades e sempre pedem mais", fala.

Além de itens escolares,a entidade também necessita de doações de material de limpeza e alguns produtos de alimentação, entre eles, sobremesas caseiras (gelatina, por exemplo) e sucos. A irmã de Guará, Sônia Ferreira, que também atua na entidade, complementa dizendo que sempre surgem pessoas para ajudar, mas é grande o número de crianças atendidas.


Fonte:


Notícias relevantes: