Indaiatuba

Saque do FGTS inativo começa em 10 de março

O governo anunciou nesta semana as datas de liberação das contas inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), que começará em 10 de março. Podem sacar o saldo da conta vinculada os trabalhadores que pediram demissão ou foram demitidos por justa causa até o dia 31 de dezembro de 2015.

As contas inativas com saldo de até R$ 1,5 mil poderão ser sacadas diretamente no autoatendimento da Caixa Econômica Federal (CEF), bastando digitar a senha do Cartão Cidadão (sem a necessidade do cartão plástico). Para valores entre R$ 1,5 mil e R$ 3 mil, será necessário levar o Cartão Cidadão e a senha.

Os saques também serão permitidos via Caixa Aqui e casas lotéricas, em que serão liberados até R$ 3 mil. Para sacar, será necessário apresentar o documento de identificação, o Cartão Cidadão e a senha. No caso de valores acima de R$ 3 mil, os saques serão feitos exclusivamente nas agências da CEF. Para valores superiores a R$ 10 mil, será necessária a apresentação da carteira de trabalho ou documento que comprove a extinção do vínculo do trabalho. Para quem já é correntista da CEF, os valores serão transferidos automaticamente.

Nesta semana, a população correu às agências da CEF para saber sobre saldos e outras informações. Maria Regina Soares, da Vila Brizola, foi até a agência bancária para saber o quanto tem para sacar. "Apesar da demora, saio daqui feliz porque tem mais do que eu esperava", comemora.

O aposentado Antônio Carlos da Silva pediu ao filho que acessasse o site da CEF para ver se tem saldo, mas o sistema acusou divergência de informações no cadastro. "Dizia que não consta o nome do meu pai; então, vou ter de ir até a agência para ver isso direitinho", comenta.

Consultas

Com a divulgação das datas de liberação dos saques (veja na tabela acima), as agências e o site da CEF, assim como o aplicativo FGTS, ficaram congestionados. "Vim aqui porque não consegui acessar na internet", contou Vanessa G. L. Correia.

O funcionário de uma das agências disse que havia muita gente desde o início da semana. "A fila era grande e as pessoas tiveram de esperar mais de uma hora. Como o movimento foi muito intenso, deu problema no sistema, o que atrasou mais ainda o serviço", destacou.

Já Renata A. Almeida precisa alterar o nome de solteira para casada, mas encontrou dificuldades. "Tenho conta na agência do Centro, então, na quarta-feira, depois de ficar uma hora na fila, avisaram que estava sem sistema e perdi viagem. Eles pediram para eu voltar em cinco dias. Sei que tenho dinheiro para sacar porque no extrato da Caixa que vem pelo correio constam valores", ressaltou.

A CEF irá estender o atendimento hoje, das 9h às 15h, exclusivamente para consultas do FGTS (veja mais datas no quadro ao lado). A população poderá regularizar cadastros, criar senhas, e resolver outros assuntos relacionados ao saque das contas inativas.

O autônomo Douglas, que preferiu não identificar seu nome por completo, ficou sabendo quanto irá receber antes mesmo da divulgação das datas de saques. "Assim que soube da liberação dos inativos eu fui consultar meu saldo e, para minha surpresa, o total é de R$ 53 mil. Eu não fazia muita ideia de quanto tinha", declarou. Sobre o destino que dará à quantia, Douglas fala que irá deixar aproximadamente 10% na agência bancária onde possui conta e o restante irá aplicar. "Não tenho um projeto em especial - a intenção é a de obter rendimentos mesmo. Também não me decidi qual tipo de aplicação vou fazer; mas, terei até o meio do ano para ver isso", conclui.

Aplicativo

Quem tem aparelho celular Android, IPhone (IOs) ou Windows Phone, pode baixar gratuitamente o aplicativo FGTS desenvolvido pela Caixa. Após baixar, o usuário deve fornecer uma extensa lista de dados, além do número do CPF e do NIS (PIS/Pasep), e entrar com a senha. O aplicativo FGTS pode ser acessado a qualquer hora e é atualizado frequentemente, mantendo as informações do benefício corretas.

Todas as informações sobre o saque do FGTS inativo podem ser obtidas no site da CEF: http://www.caixa.gov.br/beneficios-trabalhador/fgts/contas-inativas/Paginas/default.aspx. Para acessar, o cidadão deve digitar o número do CPF ou NIS e fornecer a data de nascimento.


Fonte:


Notícias relevantes: