Indaiatuba

Família recebe homenagem a Maria Ambiel

O Centro Obstétrico recebeu o nome de Maria Carolina Ambiel, em homenagem à enfermeira e parteira que trabalhou em Indaiatuba no início do século passado. Segundo registros do Centro de Memória da Colônia Helvetia, Maria Carolina acompanhou ou executou mais de 2 mil partos normais.

O nome da enfermeira/parteira foi analisado e aprovado pelo Conselho Consultivo e Conselho Administrativo da Fundação Pró-Memória de Indaiatuba e foi uma indicação do gabinete do vereador Alexandre Peres.

O médico Rubens Galdino, sobrinho neto da homenageada fez um discurso emocionado para a Maria Carolina Ambiel durante a inauguração do centro. Declarou que Antônio Ambiel era seu bisavô e teve 11 filhos. "As duas mulheres que são responsáveis pela minha vida, Maria Carolina Ambiel, que fez o parto bem-sucedido da minha mãe, que era a filha da sua irmã Rosa, minha avó", comentou.

Maria Ambiel, como era conhecida, nasceu em Indaiatuba no dia 12 de fevereiro de 1895 e faleceu no dia 27 de novembro de 1973, também em Indaiatuba, onde morou a vida toda. Solteira, filha de Antonio Ambiel e Tereza Amstalden Ambiel, estudou enfermagem no Hospital Santa Catarina, em São Paulo, e atuou em Indaiatuba como parteira, principalmente na zona rural, sem nada cobrar pelo seu trabalho.

Além de atender às parturientes, Maria Ambiel costurava e bordava enxovais, que doava para as mulheres carentes. Atualmente o Centro de Memória da Helvetia guarda em seu acervo essas toalhas - algumas usadas na igreja da comunidade - e vários instrumentos que ela usou como parteira e enfermeira, incluindo vidros de remédios.

Maria Ambiel anotou em um diário os partos que participou, registrando o nome da criança e, em alguns casos, o presente que ganhou pelo dedicado serviço prestado: frutas, galinhas e às vezes uma compota de doces.


Fonte:


Notícias relevantes: