Indaiatuba

"Esse é o nosso limite máximo", garante prefeito

Conforme ressaltou o prefeito, via assessoria de imprensa, Indaiatuba é uma das poucas cidades da região que mantém o pagamento dos servidores em dia e que está estruturada para reajustar os salários. "Estamos perdendo arrecadação com essa crise financeira que o país enfrenta, mas graças a uma gestão eficiente, estamos conseguindo manter o equilíbrio financeiro e cumprir com todos os nossos compromissos com os servidores", justifica. "Também sou servidor público e me sensibilizo com a situação dos funcionários, tanto que gostaria de oferecer um percentual maior que a inflação, mas esse é o nosso limite máximo diante da queda na arrecadação".

O secretário municipal da Administração informou que as negociações com os sindicatos foram bastante amigáveis. "O governo municipal agiu com total transparência, apresentou as contas do município abertamente e acredito que eles entenderam que o orçamento do município nos limita a esse percentual", destaca. Vianna ressaltou que o prefeito se mostrou interessado em dar continuidade às negociações, mesmo fora do período do dissídio. Para tanto, já foi agendada uma nova reunião com os dois sindicatos, entre os dias 18 e 21 de agosto, para que eles possam acompanhar a evolução das contas públicas.

Declaração

Em sua página no Facebook, Gaspar comentou o fato. "Conseguimos estes reajustes, de acordo com estudo da Secretaria da Fazenda e com base na arrecadação do município, que está em queda, como acontece em todo Estado de São Paulo e Brasil. Para dar o aumento, precisei adiar algumas obras importantes para nossa cidade. Vamos fazer estudos e um novo planejamento para concluí-las", garante.


Fonte:


Notícias relevantes: