Indaiatuba

Oficina Santa Paulina comemora 15 anos

O projeto social Oficina de Caridade Santa Paulina comemorou 15 anos ontem, dia 17 de abril. Ao longo desses anos, foram doados pelo projeto 1.909 enxovais de bebês, de acordo com a coordenadora da oficina, Dione Bueno.

Dione conta que o projeto foi iniciado em 2002 com o intuito de doar às gestantes carentes um enxoval completo. "Nós doamos por meio das pessoas que trabalham nos Vicentinos, para a Casa da Criança e da assistente social do Hospital Augusto de Oliveira Camargo (Haoc), que entrega os enxovais às mamães que não têm condições financeiras", explica.

A mão de obra é desenvolvida por mulheres de todas as idades, que se reúnem na sede da oficina todas as terças-feiras, das 13h às 17h. "São 50 senhoras, viúvas e outras mulheres que nos ajudam a produzir os enxovais. O projeto também ajuda essas mulheres a ocuparem a mente, algumas chegam até com depressão, vários problemas, e esse é um jeito de inclusão social também.

Além delas, tem os esposos de algumas senhoras que ajudam a fazer os enxovais na casa deles e outras mulheres que fazem os enxovais e nos doam", conta Dione. "É um gesto gratificante para as gestantes e mais ainda para nós. É um trabalho de formiguinha, já que cada pessoa ajuda com um pouco", acrescenta, lembrando que o enxoval tem de 50 a 60 peças. "E não é apenas a roupinha e fraldas, doamos sabonete, pomadas de assaduras e outros produtos de higiene do bebe", afirma.

Bazar

Além dos enxovais, o projeto tem um bazar da pechincha, que funciona às terças e quartas-feiras, das 13h às 16h, na Igreja Aparecidinha, que fica na Rua Candelária, 1.839, em frente à Padaria Real. "Vendemos roupas e calçados de adultos e crianças e o dinheiro revertemos para a compra dos produtos que serão usados nos enxovais", diz.

A Oficina de Caridade Santa Paulina também recebe doações de fraldas, produtos de higiene, linhas etc. Os produtos podem ser doados na secretaria da Igreja Santa Rita, basta no local dizer que será destinado a oficina, ou a pessoa pode ligar no telefone (19) 3016-2939, que os membros do projeto buscam na casa do doador.


Fonte:


Notícias relevantes: