Indaiatuba

Greve dos Correios atinge Indaiatuba

Mobilização

Os trabalhadores dos Correios entraram em greve por tempo indeterminado. A possibilidade de privatização e demissões, o fechamento de agências e o “desmonte fiscal” da empresa, com diminuição do lucro devido a repasses ao governo e patrocínios, são os principais motivos para a mobilização, diz a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect).

Em Indaiatuba, a situação é controversa. A Assessoria de Comunicação dos Correios, região São Paulo Interior, afirma que “os Correios estão operando normalmente em todos os Estados” e que “levantamento parcial realizado na manhã de hoje mostra que 86,31% do efetivo total dos Correios no Brasil está presente e trabalhando – essa número é apurado por meio de sistema eletrônico de presença. No interior do Estado de São Paulo, 83% do efetivo cumpre jornada normal de trabalho”.

Charles Rodolfo Wulck, do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios de Campinas, dá outra versão. Segundo ele, no Centro de Distribuição do Jardim Califórnia, com a adesão ao movimento de greve, apenas três dos 25 funcionários estão trabalhando. No Centro da Rua Oswaldo Cruz, ainda não há um levantamento, já que o Sindicato estará amanhã, dia 28, no local.

Mais informações a qualquer instante. A matéria completa você confere na edição de sábado, dia 29, da Tribuna de Indaiá.


Fonte:


Notícias relevantes: