Indaiatuba

Ex-vereador Maurílio Gonçalves morre aos 72 anos na manhã de sábado, dia 20

O ex-vereador Maurílio Gonçalves Pinto faleceu na manhã do último sábado, dia 20, devido a um infarto fulminante. Natural do município de Caeté, Minas Gerais, ele tinha 72 anos, deixa quatro filhos e netos. Vereador por diversos mandatos, chegou a ocupar a vice-presidência da Câmara Municipal.

Gonçalves atuava como corretor de imóveis, títulos e seguros. Segundo informações da assessoria da Câmara Municipal, sua primeira legislatura foi de 1º de fevereiro de 1977 a 31 de janeiro de 1983 (na época, houve a prorrogação de mandato por dois anos). Também foi vereador de 1983 a 1988, voltando para a Casa no período de 1993 a 1996, assumindo apenas um período, pois era primeiro suplente.

Integrou o Legislativo entre 1997 a 2000, quando era segundo suplente e ocupou a cadeira em licença da ex-
vereadora Vera Spadella, de quem também cobriu licença como terceiro suplente na legislatura de 2005 a 2008.

O corpo foi velado no Plenário da Câmara, na tarde do mesmo dia, e o sepultamento foi realizado na manhã de domingo, no Cemitério da Candelária.

A Tribuna Press envia aos familiares os votos de pêsames.

Carinho

Líder do governo na Câmara, o vereador Luiz Alberto 'Cebolinha' Pereira (PMDB) falou sobre o amigo. "Conheci o Maurílio há mais de 40 anos, mas foi nos últimos 15 anos que nos tornamos mais próximos. Pegamos muita amizade mesmo", afirma. "Ia muito na casa dele e foi lá que descobri um ser humano muito bacana, que amava sua família. Por isso, dentro de sua casa, era possível perceber a educação de seus filhos, além de muita harmonia e respeito".

Cebolinha conta que, por diversas vezes, foi aconselhado pelo amigo. "Me chamou e por tantas vezes, me aconselhou. "Tinha um carinho muito grande por ele e pela família. Trata-se de uma grande perda. O Maurício veio de Minas Gerais e com muita simplicidade tornou-se vereador e construiu um belo legado", destaca. "Ele tinha uma frase da qual nunca me esquecerei: nasci sem roupa e já tenho tantas camisas". 

(Adriana Brumer Lourencini)


Fonte:


Notícias relevantes: