Indaiatuba

Exército anuncia Operação Anhanguera em junho

Treinamento

Segundo revelado pela Tribuna em entrevista com o prefeito Nilson Gaspar (PMDB), o Exército Brasileiro comandará em Indaiatuba a Operação Anhanguera, que será realizada entre os dias 5 a 9 de junho, quando a 11ª Brigada de Infantaria Leve (11ª Bda Inf L) conduzirá um exercício de adestramento, com o intuito de permitir a capacitação e a avaliação de frações de sua tropa.

"O emprego do Exército Brasileiro em missões constitucionais diversas tem sido cada vez mais frequente, especialmente na última década, não apenas no apoio aos Grandes Eventos (Jogos Panamericanos Rio 2007, Jornada Mundial da Juventude 2013, Copa do Mundo FIFA 2014 e Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016), mas também, e principalmente, em Operações de Apoio aos Órgãos Governamentais, como, por exemplo, na Operação Arcanjo e São Francisco, na cidade do Rio de Janeiro, na e Operação Capixaba, nas cidades de Vitória e Vila Velha, no Espírito Santo", ressalta o Tenente Coronel Eduardo José Lopes Gonçalo, Chefe da Seção de Comunicação Social desta Brigada, sediada em Campinas.

O Tenente Coronel explica que, "neste Contexto, a 11ª Brigada de Infantaria Leve (11ª Bda Inf L), sediada nesta cidade, é uma das Forças de Atuação Estratégica do Exército Brasileiro, vocacionada para o emprego em missões constitucionais de diferentes naturezas", enfatiza. "Para tanto, a preparação constante e a prontidão permanente são fundamentais para o cumprimento de tais atribuições".

Treinamento

Assim, a 11ª Brigada de Infantaria Leve realizará em Indaiatuba um exercício de adestramento. "O exercício visa deixar as tropas preparadas, por meio de situações simuladas que podem acontecer em nosso cotidiano. São verdadeiros momentos de aprendizado para toda a Brigada, que envolve a tropa e comandantes, que tomam contato com medidas necessárias para aquela situação e momento", explica o Tenente Coronel Gonçalo. "Foi assim em recentes demandas do Governo Federal, a mais recente na greve dos policiais militares no Espírito Santo".

Durante o Exercício também será executada uma Operação de Ação Cívico e Social (ACISO) nos municípios de Indaiatuba, Valinhos e Paulínia, na qual serão desenvolvidas diversas atividades como exposição de material de emprego militar, palestras, apresentações de bandas de música, orientação sobre saúde física e bucal, entre outras. "Em toda ação, também procuramos levar atividades cívico-sociais para a população", destaca.

Em sua entrevista à Tribuna, Gaspar afirmou que pediria auxílio ao Exército no monitoramento de pontos críticos, principalmente relacionados ao tráfico de drogas. O Tenente Coronel não quis especificar quais serão as atividades aqui empregadas, mas revelou que esse monitoramento é previsto nos exercícios de adestramento. "No contexto do Exercício, existe a previsão de patrulhamento ostensivo, a pé e motorizado", afirma. "Mas as organizações militares que participarão do Exercício ainda serão notificadas das atividades".

O Tenente Coronel destaca que entre 100 a 150 militares devem participar do Exercício. "O Exercício envolve uma série de atividades que serão divulgadas nos próximos dias", ressalta.


Fonte:


Notícias relevantes: