Indaiatuba

Montreal promove projeto para preservação do meio ambiente

Preocupar-se com a preservação da natureza, respeitar, valorizar e proteger os animais e compreender a importância do meio ambiente na vida de todos são alguns dos objetivos do projeto Doroteia, desenvolvido com os alunos do maternal do Colégio Montreal.

Como os animais despertam o interesse natural das crianças, as professoras se utilizam da metamorfose da lagarta para desenvolver o projeto. "Trouxemos para a sala de aula algumas lagartas que encontramos na hortinha do Colégio, para que os alunos cuidassem e também vissem o seu processo de metamorfose. As crianças também eram responsáveis por alimentar as lagartas todos os dias com folhinhas de rúcula e couve", informa a professora Adriana Leite, do maternal da manhã.

Depois dessa etapa do projeto, os alunos, um por vez, levaram para casa uma lagarta de pano, chamada Doroteia, para cuidar por dois dias. "Quando o aluno é sorteado para levar a lagarta Doroteia para casa, demonstra muita alegria e empolgação. Em casa eles desenvolvem a autonomia e a responsabilidade, pois têm que cuidar da lagarta. Observamos que com o decorrer do projeto os alunos estão mais conscientes, respeitando, valorizando e protegendo os animais", comenta a professora Marcela Domingues, do maternal da tarde.

A família do aluno tambémparticipa, pois os pais que levam a centopeia para casa devem enviar ao Colégio um relatório contando como foram os dias em sua casa e como o aluno se comportou diante dessa responsabilidade. "Foi bem interessante a experiência. O Pedro veio empolgado para nos mostrar a Doroteia e nós tivemos que fazer tudo com ela: escovar os dentes, tomar remédio. Ele dormiu com ela. Achei bem diferente porque trabalhou a descoberta, a socialização e também a inclusão", conta Tatiane Longo, mãe do aluno Pedro Longo, de 2 anos.

No final do projeto, vai ser feito um sorteio entre os alunos e o vencedor ganhará a Doroteia. "Desde cedo devemos estimular as crianças a cuidar do ambiente em que vivem para que valorizem qualquer espaço que ocupem. Aos poucos elas observam que tudo o que fazemos influencia o ambiente em que estamos e descobrem que se cuidarmos bem do lugar em que vivemos, também ficaremos bem", afirma Mauricéia Pereira, coordenadora do Colégio Montreal.


Fonte:


Notícias relevantes: