Indaiatuba

Receita Federal alerta para golpe de atualização de dados cadastrais

Esta semana, a Receita Federal (RF) divulgou nota alertando para um novo golpe no mercado. Trata-se de uma correspondência que os contribuintes vêm recebendo pelos Correios, onde são intimados a regularizar seus dados cadastrais. No falso documento existe um endereço eletrônico para acesso e atualização de dados bancários. Contudo, o tal link não possui qualquer relação com o site oficial da RF.

Mesmo contendo o logotipo e o nome da RF, a carta é uma fraude e nunca foi enviada pelo órgão federal, tampouco tem sua aprovação. Caso o contribuinte receba tal correspondência, a Receita orienta para que a mesma seja destruída e para que o cidadão jamais acesse o endereço eletrônico indicado na carta.

A RF adverte ainda que, para fins de consulta, download de programas ou alterações de informações junto ao Fisco, devem ser acessados somente o endereço oficial: http://idg.receita.fazenda.gov.br/. Se o contribuinte acessar o endereço indicado pelos golpistas, se tornará imediatamente sujeito a vírus e malwares, que poderão roubar seus dados pessoais, bancários e até mesmo fiscais.

No que se refere a dados bancários de pessoas físicas, o contribuinte só os informa à Receita Federal, a seu critério, para fins de débito automático ou depósito de restituição do Imposto de Renda. Em ambos os casos, a informação é fornecida na Declaração do Imposto de Renda e pode ser alterada por meio do Extrato da Dirpf no Centro Virtual de Atendimento da Receita Federal (e-CAC).

Se a pessoa não conseguir utilizar os serviços digitais da Receita, ele deve procurar um Centro de Atendimento ao Contribuinte nas unidades da RF, no link:
http://idg.receita.fazenda.gov.br/contato.

Em resposta aos questionamentos da reportagem da Tribuna, a assessoria da Receita Federal confirmou que algumas unidades também foram procuradas pelos contribuintes, que buscavam mais detalhes sobre este golpe. Entretanto, não existe ainda estimativa de quantos foram vítimas da fraude.

A RF lembra também que os contribuintes devem estar atentos não apenas ao golpe praticado por meio de carta impressa, mas também àqueles aplicados via e-mail e outros.


Fonte:


Notícias relevantes: