Indaiatuba

Criminosos também tentam golpe municipal

Além da fraude praticada em relação à Receita, os criminosos têm criado cada vez mais modos de lesar novas vítimas. Recentemente, recebemos uma denúncia de documento falso enviado a empresários, em nome da Prefeitura de Indaiatuba.

Veja o relato de Luciano Facchio: "Recentemente, uma amiga recebeu em sua casa um boleto bem mal feito, cortado aparentemente à mão e enviado em um envelope com um carimbo da Prefeitura de Indaiatuba, também escrito à mão. Sabemos que uma micro empresa individual (MEI) não é cobrada em mais nada, nesses tipos de documentos, após aberta. Acreditamos que seja um golpe sendo aplicado na cidade. Enviei um e-mail para a prefeitura, mas até agora não obtive respostas. É uma coisa que deveria ser divulgada, pois, se for alguma fraude, muita gente não sabe dos direitos e obrigações de uma MEI", enfatiza.

A vítima da carta falsa, uma arte-finalista, que prefere não ter seu nome divulgado, contou à Tribuna que recebeu a correspondência há cerca de duas semanas. "O envelope estava escrito à mão, e a cópia do logotipo da prefeitura era muito mal feita - parecia ter sido impresso em impressora matricial", lembra. "E o meu nome ainda veio escrito errado", completa.

Devido ao fato de ela ter trabalhado com o primo, e ter sido proprietária de micro empresa individual, a arte-finalista conhece todas as cobranças de taxas e impostos dessa modalidade de negócio. "Tratava-se de uma cobrança, com código de barras e tudo, porém, eu sabia que era falso, pois a MEI é isenta de tributação", destaca.

Por conta dos horários de trabalho, ela não conseguiu ainda ir até a prefeitura para esclarecer o fato. "Assim que puder, irei até lá para que isso seja investigado melhor e sirva de alerta para outras pessoas", ressalta.

Questionada pela reportagem, a assessoria da Secretaria Municipal da Fazenda (Derem) reforçou que não gera qualquer boleto para MEI, e que este tipo de empresa está isento da cobrança de impostos e taxas.


Fonte:


Notícias relevantes: