Indaiatuba

Núcleo de Comércio Exterior agenda atendimento a empresas municipais

As empresas locais já podem agendar atendimento gratuito do Núcleo de Apoio ao Comércio Exterior, serviço oferecido pela Secretaria Municipal de Governo. O objetivo do Núcleo é informar, orientar e encaminhar as empresas interessadas na área de comércio exterior. Segundo o titular da pasta, Renato Stochi, o trabalho foi retomado em fevereiro deste ano e o retorno tem sido satisfatório.

"Com o Núcleo, conseguimos esclarecer as dúvidas das empresas atendidas e solucionar todos os assuntos abordados durantes as reuniões. Esse trabalho é bem direcionado às empresas que têm o interesse de começar a exportar ou importar, sobretudo com esse apoio nesse momento de crise econômica", argumenta Stochi.

Nos atendimentos do Núcleo são abordados assuntos como Benefícios Fiscais; Classificação de Mercadorias; Certificado de Origem; Drawback e a suspensão do mesmo; descrição da DUE e OEA; Entreposto Aduaneiro; Exportação Assemelhada; Habilitação do Siscomex e Sistema Alice Web. Segundo a assessoria da Pasta, a exportação pode alavancar os negócios da empresa. A apresentação em feiras internacionais, por exemplo, intensifica a promoção comercial de seus produtos e também proporciona condições de negociação imediata dos produtos e serviços expostos, além da possibilidade de criar um intercâmbio comercial permanente.

Posição

Indaiatuba terminou 2016 na 15ª posição da balança comercial em relação às importações e 17º em relação às exportações, no Estado de São Paulo. Posições ótimas, segundo Stochi, uma vez que a cidade registrou 133 empresas exportadoras e 223 empresas importadoras que fizeram negociações internacionais. De janeiro a maio deste ano, a cidade exportou US$ 266.895.309 e importou US$ 353.444.282.

Com relação às exportações, as transações comerciais realizadas pelas empresas locais foram realizadas principalmente com Argentina e Estados Unidos. Já as importações envolveram principalmente Japão, China e Estados Unidos. O agendamento deve ser feito no Departamento de Indústria, Comércio, Ciência e Tecnologia pelo telefone (19) 3834-9360 ou pelo e-mail [email protected]


Fonte:


Notícias relevantes: