Indaiatuba

Outros itens também foram modificados no layout atual

Além do detalhamento sobre os custos que incidem na conta de energia, outras modificações foram realizadas no layout da fatura. Agora, a aplicação do sistema de bandeira tarifária está recolocada em coluna ao lado do campo discriminação da operação - reservado ao Fisco.

Serão reposicionados também os campos: histórico de consumo, datas das leituras, composição do fornecimento, equipamentos de medição e indicadores de continuidade de fornecimento de energia. Já o QR Code, presente nas faturas de São Paulo, Minas Gerais e Paraná, continua no topo do documento, do lado direito.

O campo histórico de consumo, onde o cliente visualiza mês a mês a quantidade de energia utilizada, estará no canto inferior do lado esquerdo, no meio da fatura. Ao lado, estarão a tarifa ANEEL e a composição do fornecimento, e é na linha distribuição que aparece o valor destinado à distribuidora.

Em seguida, do lado direito, surgem os espaços equipamentos de medição e datas da leitura, no qual estão identificados o número do aparelho medidor e quando são feitas as medições na residência.

Na parte inferior se encontram os indicadores de continuidade de fornecimento de energia, que reportam a frequência e a duração das interrupções ocorridas nos consumidores. A CPFL destaca que os indicadores medem apenas as faltas de energia acima de três minutos. Os campos informações sobre a fatura e aviso importante, não foram alterados, e comunicam os dados de cálculo de sua fatura e débitos pendentes. Por fim, junto ao código de barras, é possível visualizar os pontos credenciados próximos à residência do cliente, para o pagamento da fatura.


Fonte:


Notícias relevantes: