Indaiatuba

Vinda dos ônibus zero quilômetro é adiada

A entrega dos 20 ônibus zero quilômetro, prometida pelo Grupo VB Transportes para a primeira quinzena de julho, foi novamente adiada. Desde que assumiu a prestação do serviço de transporte público de Indaiatuba, a empresa havia previsto a vinda dos veículos novos ainda em maio.

Em entrevista exclusiva à Tribuna, o diretor de comunicação do Grupo VB, Paulo Bardal, divulgou as novas datas de entrega dos ônibus. "A fabricante Marco Polo nos posicionou sobre a conclusão da produção, e confirmou a entrega de sete veículos no dia 1º de agosto, mais sete no dia 2, e outros seis no dia 3 de agosto. Contudo, eles também sinalizaram com a possibilidade de antecipar as entregas", revela.

"Na primeira previsão, tivemos problemas referentes ao atraso no financiamento do crédito Finame, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES)", lembra Bardal. "Com esta questão solucionada, nossa parte era a de adquirir e enviar os chassis para a fabricante, etapa que foi cumprida em maio", destaca o diretor. O Grupo VB investiu R$ 7 milhões na aquisição dos ônibus zero.

Ele acrescenta que a empresa tem buscado instituir as melhorias no transporte público municipal, dentro de suas possibilidades. "Temos consciência de que, muitas vezes, não temos conseguido cumprir as metas no prazo que gostaríamos, mas o grupo tem empregado todos os esforços para atender à cidade", garante Bardal.

Mais uma vez, a Tribuna abordou o assunto do novo nome da viação, entretanto, como ocorreu outras vezes, o grupo optou por revelar somente no período da entrega dos veículos zero. "Os cidadãos irão conhecer a nova identidade e as cores quando os carros chegarem", reforça Bardal.

No final de maio, a atual proprietária da Viação Indaiatubana fez investimentos na frota e trouxe 12 ônibus seminovos para Indaiatuba. Os veículos anos 2010 e 2012 vieram para substituir e renovar parte da frota. O investimento total foi de R$ 1,8 milhão.

Em 21 de junho, mais um ônibus articulado foi incorporado. Este é o quarto deste modelo na cidade e atende a linha 320 (Residencial Campo Bonito/rodoviária), a mais movimentada da cidade, que possui 4,5 mil passageiros transportados em dias úteis. Mais duas trocas por veículos mais novos foram feitas no mesmo dia e outras 12 substituições ocorreram no final de maio. Nesses processos, a empresa já investiu mais de R$ 5 milhões.

Prioridade

O prefeito Alcides Gaspar (PMDB) sempre deixou claro que o transporte público é uma de suas prioridades e, no início das atividades da prestadora do serviço, em outubro de 2016, garantiu que iria cobrar as melhorias. Questionado sobre isso, Bardal comenta que a prefeitura compreende que o atraso ocorreu por parte do fabricante dos ônibus.

A assessoria do Governo de Indaiatuba, por sua vez, disse à reportagem que o poder público aguarda que a empresa cumpra os compromissos assumidos dentro do novo prazo informado.

Empresa substitui van

Esta semana, o Grupo VB anunciou a troca da van utilizada no atendimento das pessoas com necessidades especiais. Desde a última terça-feira, o novo veículo modelo Mercedes Benz Sprinter foi pintado na cor prata e está à disposição dos que estão impossibilitados de tomar o transporte coletiva e necessitam de serviço diferenciado.

Para utilizar o serviço da van o usuário precisa comprovar a necessidade da van, assim como a impossibilidade de utilizar os ônibus convencionais, que já são todos adaptados para cadeirantes. O beneficiário deve fazer o agendamento junto à prefeitura, que irá repassar a solicitação à operadora.


Fonte:


Notícias relevantes: