Especialista indica planejamento

Indaiatuba

Especialista indica planejamento

No início desta semana, na edição de terça-feira, a Tribuna divulgou os programas criados pelo governo paulista que oferecem parcelamentos das dívidas estaduais. Até o dia 15 de agosto, a Secretaria da Fazenda e a Procuradoria Geral do Estado (PGE) receberão adesões até o dia 15 de agosto, por meio dos sites do Programa Especial de Parcelamento (PEP do ICMS) e do Programa de Parcelamento de Débitos (PPD). Os programas contemplam pagamentos de dívidas de ICMS, IPVA, ITCMD e taxas.

Os descontos das multas pode chegar a 75%, além do abatimento de até 60% nos juros para pagamentos à vista. Os parcelamentos também contam com vantagens dos decréscimos de 50% para multas e de 40% nos juros, e podem ser divididos em 12 até 60 vezes.

Para o educador financeiro Reinaldo Domingos, o ideal é que as famílias se planejem no início do ano para essas despesas. "O cenário econômico desfavorável exige mais das pessoas e elas devem manter um controle rigoroso das finanças para não caírem em novos endividamentos", ressalta.

O especialista alerta que contas como IPVA, licenciamento e IPTU, assim como água, luz, telefone e material escolar, no caso de quem tem filhos menores, são despesas já previstas e que devem ser levadas em conta no planejamento. "Por isso, é imprescindível fazer o orçamento em janeiro, incluindo as contas fixas. O maior problema do endividamento no Brasil é a falta de preparação para uma reserva financeira; este procedimento, inclusive, serve para cobrir eventuais imprevistos", analisa Domingos.

Para quem está endividado, o educador orienta procurar o(s) credor(es) e tentar renegociar. "Procure por modalidades com taxas de juros menores. Se conseguir liquidar a vista, melhor; em caso de parcelamento, fique de olho nos juros embutidos e, principalmente, se o valor das parcelas irá caber no orçamento. Seja realista e não assuma compromissos com os quais não poderá arcar nos meses seguintes", ensina.


Fonte:


Notícias relevantes: