Indaiatuba

Vacinação contra o HPV será intensificada até sexta-feira

Desde ontem, a Secretaria de Estado da Saúde promove a intensificação da vacinação de adolescentes e pré-adolescentes contra o vírus HPV (papilomavírus humano), hepatite B e doença meningocócica C. A campanha segue até sexta-feira, dia 28.

O público jovem foi definido como alvo principal por abranger a fase de proximidade e/ou início da vida sexual e, consequentemente, de maior vulnerabilidade às Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST), como o HPV e a hepatite B.

No total, serão distribuídas 758,6 mil doses para os municípios paulistas, contabilizando os três tipos de vacina e os quantitativos à imunização de rotina prevista para o mês de julho.

A vacinação contra o HPV está disponível para meninas na faixa etária entre 9 e 14 anos e para meninos de 11 a 14 anos. Entre o público feminino, a imunização auxilia na prevenção contra o câncer de colo de útero e vulva. Para meninos, a proteção é contra o câncer de pênis e ânus. A vacina previne ainda contra o câncer de boca, orofaringe e verrugas genitais para ambos os sexos. O esquema vacinal compreende duas doses, com intervalo de seis meses para a segunda, para ambos os sexos.

Neste ano, a vacina contra a doença meningocócica C também foi inclusa no calendário de vacinação, pelo Programa Nacional de Imunização (PNI), que definiu como público-alvo meninos e meninas de 12 e 13 anos. Atualmente, a cobertura vacinal é de 32%, e a dose é única.

Indaiatuba também realiza a intensificação contra o HPV, já que as vacinas fazem parte do calendário vacinal. No primeiro semestre de 2017, foram aplicadas 1.902 doses da vacina contra o HPV; 5.900 doses da imunização contra a hepatite B e 5.072 da meningite C. Essas doses são previstas mensalmente de acordo com o número de pessoas do público alvo. Para cada vacina, o Ministério da Saúde preconiza uma cobertura vacinal: hepatite B, HPV e meningite C (95% da população na faixa etária recomendada). 


Fonte:


Notícias relevantes: