Indaiatuba

Vereadores da oposição apresentam balanço

Os vereadores da oposição de Indaiatuba, Alexandre Peres (SD), Ricardo França (PRP) e Arthur Spindola (PV), irão realizar uma coletiva de imprensa amanhã, dia 2, para informar o balanço do primeiro semestre de trabalhos na Câmara Municipal. A reportagem da Tribuna conversou com os três, que falaram mais detalhes sobre a coletiva.

De acordo com França, o objetivo é o de abrir uma janela de comunicação com a imprensa e apresentar os trabalhos dos primeiros seis meses de gestão. O vereador também lembrou que o bloco oposicionista ainda é principiante na função legislativa. "Por isso é importante divulgar para a população como está sendo nossa experiência e atuação, juntamente com os demais vereadores", esclareceu.

"O objetivo é passar conhecimento e demonstrar também a forma como estamos trabalhando, e como será o direcionamento desses trabalhos do bloco. Estamos preparando o material para apresentarmos alguns números e resultados", reforçou França.

Spíndola, por sua vez, salientou a importância de se estar por dentro dos assuntos que permeiam a política do município, pois as decisões tomadas na Câmara atingem diretamente a população. "É importante que todos os políticos, independente de serem da oposição ou da situação, prestem contas dos seus trabalhos. Abrir um canal de comunicação como este que estamos fazendo é essencial para garantir a transparência", conclui o vereador.

Já o vereador Alexandre Peres, líder da oposição na bancada, também reforçou o objetivo de expor os trabalhos e a produtividade, além da conduta ao longo do semestre. "Nós somos minoria, já que somamos nove da situação e três da oposição. Então, não é nada fácil; mas, o que a gente vai colocar é como agimos frente a essa situação, como produzimos em números e como foi a nossa conduta", destacou.

Peres diz ainda que, em algumas ocasiões a oposição tem de votar a favor. "Nós nos dispusemos a atuar como vereadores com muito bom senso, buscando integrar uma oposição inteligente, ou seja, verificando o que é importante para a cidade e questionando aquilo que não está bem explicado e onde a população não tem muito a ganhar", pontuou Peres.


Fonte:


Notícias relevantes: