Varejo está confiante, mas consumidores seguem cautelosos

Indaiatuba

Varejo está confiante, mas consumidores seguem cautelosos

Em Indaiatuba, os comerciantes estão otimistas com a data, pois a economia ensaia uma reação e com isso o que se espera é que os consumidores voltem às compras. Para Expedito Souza, da loja Lord Maison, o comércio ainda está fraco, mas a esperança é a de que as vendas sejam semelhantes ao ano passado. "A semana do dia dos pais é muito boa, e as vendas costumam dar uma aquecida, principalmente na sexta-feira e no sábado", destaca.

Para ele, os presentes mais procurados são bermudas e camisas. Além disso, os ternos também são atrativos, principalmente devido aos tamanhos especiais que a loja possui. Expedito fala ainda sobre a importância das promoções que o comércio vem realizando para atrair o consumidor, como a promoção Show de Prêmios da Associação Comercial Industrial e Agrícola de Indaiatuba (Aciai). "As promoções são importantes, pois isso desperta a atenção dos consumidores; e com esta da Aciai eles podem ganhar prêmios como carro e moto, em apenas uma compra, caso sejam sorteados", pontua.

A linha de calçados também representa bons presentes. Eduardo Barbosa, gerente da Vizzent Calçados, diz que a expectativa é boa. De acordo com ele,  o Dia dos Pais agrega vendas mais altas, similar ao Dia das Mães. "O momento é positivo, o mercado está mostrando reação e o posicionamento do consumidor também está começando a mudar novamente", aponta.

O gerente revela que a expectativa de vendas é de 5 a 10% em relação ao mesmo período de 2016. "Vale lembrar que o clima também pode interferir na escolha dos presentes para a data", finaliza Eduardo.

Contudo, na hora de por a mão no bolso para presentear, os consumidores estão mais cautelosos. É o caso da estudante Maria Eduarda, que disse à reportagem que o presente para o seu pai será um perfume, e que ela pretende gastar em torno de R$ 100. Já a vendedora Tamires dos Santos ressaltou que gostaria de presentear seu pai com um presente de maior valor, mas agora isso não será possível."Este ano vou ficar no vestuário, e estou vendo que o comércio está com boas promoções; acredito que vou gastar até R$ 150", contou.

A orientação do Procon é a de que, tanto em lojas virtuais quanto nas físicas o consumidor deve verificar se o estabelecimento oferece desconto para o pagamento à vista. Na compra online, é preciso estar atento também ao valor do frete. Na opção parcelamento, o estabelecimento deve informar, antes da compra, o custo do produto à vista, a taxa de juros e o total que será pago com o financiamento.

Também é importante conhecer o valor da multa e encargos por eventual atraso no pagamento. Tudo deve estar discriminado pelo fornecedor, em contrato ou na nota fiscal. Nos parcelamentos do cartão, confira os juros, o valor de cada parcela e o custo total.


Fonte:


Notícias relevantes: