Indaiatuba

Assoreamento de lagos preocupa moradores do Parque São Lourenço

Lagos

Abandono e descaso com o patrimônio público. É assim que moradores do Parque São Lourenço resumem a atual situação do Parque das Frutas. Durante a semana, a Tribuna recebeu diversas reclamações e foi até o local para ouvir os moradores e registrar imagens que comprovam as queixas.

Ângelo de Oliveira, que é aposentado e vive no bairro há 11 anos, passa suas tardes às margens do lago do espaço verde, mas reclama da falta de cuidado com o local. Ele diz que muitos pescadores que vão ao lugar usam equipamentos inadequados. Além disso, relata que um dos lagos está totalmente assoreado. "Eu já cansei de ligar, trouxe a Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente aqui, mas até agora nada foi feito. Está tudo assoreando, vai acabar com os lagos, está ficando um filete de água", lamenta.

A Tribuna esteve no local na tarde da quarta-feira, dia 30, e constatou que além do mato, o assoreamento vem deixando o lago cada vez mais raso. A reportagem percorreu o espaço e observou também duas nascentes totalmente desprovidas de qualquer medida para preservação. "Isso está assim porque está tudo aberto, as nascentes não são isoladas, e deveria estar. O pessoal vem aí, revira o terreno para tirar minhoca e está acabando com o bem que era para ser de todos. Isso era para estar cercado e protegido. A prefeitura precisa fazer alguma coisa para proteger essas nascentes", reclama um morador, que preferiu não se identificar.

"O pessoal pega água nas nascentes para consumo. Teve um morador que mandou analisar a água e ele diz que é boa, que pode consumir", afirma Juvêncio Boch, que reside no bairro há três anos. Ele também reclama do assoreamento dos lagos e recorda uma promessa de dragagem dos lagos, feita há três anos. "Dizem que está no cronograma, mas para quando?", questiona. Ele compara o local ao Parque Ecológico. "Lá está lindo e aqui descuidado, nós também precisamos de cuidado", avalia.

Mariane Francisco e Gustavo Andrade, que moram no bairro, utilizam o espaço para suas caminhadas e reclamam que a manutenção está deixando a desejar. Ressaltaram ainda que, em alguns pontos, a iluminação é deficitária.

Licença

Um dia depois que a Tribuna passou pelo Parque das Frutas, o prefeito Nilson Gaspar (PMDB) esteve no local e postou um vídeo em uma rede social falando sobre o problema. Confirmou o assoreamento e disse que nos próximos dias, as máquinas chegarão ao local. Lembrou ainda que o espaço foi criado há mais de 15 anos e que essa será a primeira vez que receberá máquinas para o desassoreamento.

A Secretaria de Relações Institucionais e Comunicação da Prefeitura informou ainda que, ontem, dia 1º, o Serviço Autônomo de Água e Esgotos (Saae) solicitou a licença ambiental, por meio de protocolo, para iniciar o desassoreamento, que deve começar nos próximos dias. Os trabalhos devem durar em torno de dois meses. Sobre as nascentes, a prefeitura disse que são várias que formam os lagos. Algumas estão em área particular e outras no Parque, mas ressalta que todas serão recuperadas através do desassoreamento e outras ações no entorno.


Fonte:


Notícias relevantes: