Indaiatuba

Prefeitura determina suspensão da distribuição de panfletos

Para apresentar a nova marca à população, a Rápido Sumaré distribuiu panfletos em pontos estratégicos. Em seus dizeres, destaca que "as novidades não param por aí, pois a Citi, em conjunto com a Prefeitura d Indaiatuba, continua trabalhando para melhorar ainda mais o seu transporte". Em nota oficial enviada na quinta, dia 31, a Prefeitura condenou a ação.

"A Prefeitura de Indaiatuba informa que a Viação Rápido Sumaré, não está autorizada a fazer qualquer tipo de publicidade que envolva o nome da Prefeitura. Por esse motivo, nesta semana a Administração Municipal determinou a suspensão da distribuição e o recolhimento dos panfletos informativos sobre a mudança no nome fantasia da empresa para Citi", informa.

"Além da empresa não ter autorização da Administração Municipal para fazer qualquer mudança relacionada à identificação da frota, na publicidade a empresa anuncia que esta e outras ações são realizadas em conjunto com a Prefeitura de Indaiatuba, o que não é verdade", prossegue. "A Administração reitera que está em andamento o processo administrativo para declaração de caducidade do contrato com a empresa. O processo, que deve levar à rescisão do contrato firmado com a Viação, foi motivado por inadimplência e descumprimento de cláusulas contratuais".

"Entre os problemas apontados pelo prefeito Nilson Gaspar para a abertura do processo contra a concessionária estão irregularidades com a documentação dos veículos e a má conservação dos ônibus, que quebravam com frequência gerando atrasos e muitas reclamações de usuários. Essas ocorrências levaram a Prefeitura a emitir uma série de multas que somam R$ 1.690.500,00. Nenhuma delas foi paga, sendo que R$ 842.500,00 em multas já estão em Dívida Ativa".


Fonte:


Notícias relevantes: