Indaiatuba

Festival de Filmes Italianos começa quinta

A 17ª edição do Festival de Filmes Italianos, promovido pelo Topázio Cinemas em parceria com a Sociedade Ítalo-Brasileira de Indaiatuba, começa esta semana e como sempre, traz o melhor do cinema italiano. Na programação, duas produções recentes e dois clássicos, exibidos sempre às quintas-feiras, de 14 de setembro a 5 de outubro, em duas sessões, às 15h e 19h30. O ingresso deve ser trocado por um quilo de alimento não perecível e todo o arrecadado será doado para a Associação Beneficente Irmã Dulce e o Lar de Velhos e Espaço Dia Emmanuel.

A programação tem início nesta quinta, dia 14, com Loucas de Alegria (2016). Com direção de Paolo Virzi, de Capital Humano, a comédia dramática nos apresenta Beatrice (Valeria Bruna Tedeschi, de Saint Laurent), uma mulher rica e extravagante, que dá ordens a todos ao redor e não para de falar em momento algum.

Por outro lado, Donatella (Micaela Ramazzotti, de Anos Felizes) é misteriosa e extremamente tímida, a ponto de evitar o contato com outras pessoas. Elas possuem personalidades completamente distintas, mas têm uma coisa em comum: as duas estão internadas em um hospital psiquiátrico. Aos poucos, tornam-se grandes amigas e decidem fugir da instituição para resolver uma questão do passado de Donatella. A classificação do filme é 14 anos.

No dia 21, a atração é uma obra-prima do neorrealismo italiano, O Ferroviário (1956), do diretor Pietro Germi. Este drama, vencedor de Menção Especial no Festival de Cannes, conta a história de Andrea Marcocci (Pietro Germi), um maquinista ferroviário que trabalha na mesma empresa por mais de trinta anos.

Ele é extremamente satisfeito com seu trabalho, no entanto, em casa enfrenta problemas com seu filho desempregado Marcello (Renato Speziali) e sua filha Giulia (Sylva Koscina), que engravidou cedo, sendo próximo apenas de Sandro (Edoardo Nevola), seu filho caçula. Sua vida muda quando quase causa um grave acidente, fazendo com que Andrea seja retiradode seu posto durante as investigações. Perdido e deprimido, ele torna-se uma pessoa agressiva e se afunda no alcoolismo. A classificação é 14 anos.

Oscar

Em sua terceira semana, o Festival traz Belos Sonhos (2016), do diretor Marco Bellocchio, de A Bela que Dorme, drama baseado no romance autobiográfico homônimo de Massimo Gramellini.

Massimo (Valerio Mastandrea) é um jornalista respeitado por seus colegas e que trabalha como vice-diretor do jornal La Stampa. Aos nove anos de idade, ele sofreu uma perda irreparável: a morte de sua mãe. Agora, já adulto, Massimo precisa encarar as memórias de seu passado doloroso quando decide vender o apartamento dos pais. Bérénice Bejo, Guido Caprino, Barbara Ronchi e Emmanuelle Devos completam o elenco. A classificação é 14 anos.

Encerrando a programação da edição 2017, um vencedor do Oscar comemora seus 20 anos. A Vida é Bela (1997), de Roberto Benigni, levou os prêmios de Melhor Filme Estrangeiro, Melhor Ator e Melhor Trilha Sonora. Nesta comédia dramática, ambientada durante a Segunda Guerra Mundial na Itália, o judeu Guido (Roberto Benigni) e seu filho Giosué são levados para um campo de concentração nazista.

Afastado da mulher, ele tem que usar sua imaginação para fazer o menino acreditar que estão participando de uma grande brincadeira, com o intuito de protegê-lo do terror e da violência que os cercam. O filme tem classificação livre. Nas sessões das 19h30, o público será recepcionado pelos músicos Jéssica, Adner e Eduard.

No encerramento, o público poderá ainda conferir Lino, o Italianíssimo, e Kelly (Banda Emotion), que serão acompanhados do violinista Eduard, em um repertório com clássicos da música italiana. Em todas as sessões, acontecerão sorteios com brindes da Adorella Alimentos, Flaneg, Gênova Casa de Massas, Guardanapos Pluma, O Boticário, Padaria e Confeitaria Gianini, Sociedade Ítalo-Brasileira de Indaiatuba e Topázio Cinemas do Shopping Jaraguá.


Fonte:


Notícias relevantes: