Indaiatuba

Mutirão de cirurgias de esterilização é iniciado

A Secretaria Municipal de Saúde iniciou no último sábado, um mutirão para realização de laqueaduras e vasectomias, cirurgias de esterilização que integram o Programa de Planejamento Familiar do município. As cirurgias serão realizadas sempre no Hospital Dia "Dr. Renato Riggio Júnior", em ação direcionada para aqueles que já haviam demonstrado interesse nos procedimentos, passaram por todas as etapas do programa e estavam apenas aguardando o agendamento da cirurgia.

Segundo o prefeito Nilson Gaspar (PMDB), o objetivo é acabar com a fila de espera por esse tipo de procedimento. "Após uma conversa com grupo gestor da Secretaria de Saúde, optamos por fazer o mutirão para dar vasão à fila de espera e, após esta ação, ampliar o número de cirurgias de esterilização realizadas pela rede de saúde do município para que todo o processo, desde a manifestação de vontade, até a realização do procedimento cirúrgico, seja concluído em menor prazo", informa.

De acordo com a Lei Federal nº 9.263, de janeiro de 1996, a esterilização voluntária é permitida para homens e mulheres "(...) maiores de 25 anos ou, pelo menos, dois filhos, desde que observado o prazo mínimo de 60 dias entre a manifestação da vontade e o ato cirúrgico período no qual será propiciado à pessoa interessada acesso a serviço de regulação da fecundidade, incluindo aconselhamento por equipe multidisciplinar, visando desencorajar a esterilização precoce".

Programa

O Programa de Planejamento Familiar é coordenado pelo médico ginecologista e vice-prefeito, Dr. Tulio José Tomass do Couto (PMDB), que afirma: os interessados em fazer os procedimentos devem procurar a unidade de saúde de sua referência. "A pessoa será encaminhada para o Centro de Especialidades da Mulher, situado junto a UPA (Unidade de Pronto Atendimento), onde participará de uma das palestras de planejamento familiar, que acontecem mensalmente", explica. "Na sequência, é necessário passar por uma triagem com equipe multidisciplinar e, depois de concluído esse processo, será encaminhada para o agendamento da cirurgia".

A promotora Jennifer de Souza Bezerra, 35 anos, passou pela cirurgia de laqueadura no primeiro dia do mutirão. "Já tenho dois filhos e minhas gestações tiveram complicações, por esse motivo optei por fazer a cirurgia. Foi tudo muito rápido, fiz os exames na semana passada e já vou fazer a cirurgia", contou.


Fonte:


Notícias relevantes: