Indaiatuba

Crescimento da igreja resultou em templo de pregação no Jardim Morada do Sol

O número de membros foi crescendo ano a ano, e o espírito evangelístico da igreja levou-a, em 1984, a iniciar um ponto de pregação no Jardim Morada do Sol, que passou a ser congregação a partir de 13 de abril de 1996. A 1ª IPI construiu um templo para a congregação, na Rua Guarin João Badin, nº 642, naquele mesmo bairro.

Assim, em 1º e 2 de fevereiro de 2003 é organizada a Igreja Presbiteriana do Jardim Morada do Sol, que hoje é dirigida pelo Rev. Rubens Ferreira Januário, contando com 184 membros. Em 13 de março de 2005, a 1ª IPI abriu o ponto de pregação do Jardim Alice e logo em seguida construiu um novo templo para os fiéis. Em 31 de agosto de 2014 organizou ali a Igreja Presbiteriana Betel de Indaiatuba, que atualmente é dirigida pelo Rev. Júlio César de Pinho Junior, e conta com 125 membros.

Em 21 de agosto de 2016, a 1ª IPI abriu o ponto de pregação do Jardim União, em salão alugado, que vem funcionando regularmente, onde já dispõe de um terreno para a futura construção de um novo templo presbiteriano. O ponto de pregação está sob a direção do Rev. Ricardo Machado Manha, que é pastor auxiliar da 1ª IPI.

Seminários

A 1ª IPI é dirigida pelo Rev. Paulo Gerson Uliano desde 2005, e conta com a colaboração do Rev. Ataídes Antonio da Costa desde 1999 (atualmente com 89 anos de idade) e do seminarista Luiz Gonzaga Lacerda Junior. Hoje a 1ª IPI conta com 329 membros.

A 1ª IPI enviou aos seminários aqueles membros que seriam os novos pastores da IPB: o Rev. José Carlos Bertoni, o Rev. Thiago Henrique da Silva Convento, o Rev. Geraldo Mescoloto e o Rev. Gilmar de Lima.

A 1ª Igreja Presbiteriana de Indaiatuba tinha muitos motivos para celebrar os seus 40 anos de história, diante do seu crescimento, pois nesse espaço de tempo os 40 membros que originaram a igreja, em 31 de outubro de 2017, se multiplicaram, indo além de 630 membros.

O pastor titular da igreja pontua que esse crescimento é resultado da fidelidade da Igreja às Escrituras Sagradas, e de obediência ao mandamento de Jesus aos seus discípulos: "Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santos (Mateus, 2819)".


Fonte:


Notícias relevantes: