Indaiatuba

Diretor da Roche visita unidades de saúde

No dia 13 de novembro, a UBS 7 (Unidade Básica de Saúde) e no Ambulatório de Especialidades da Mulher e da Criança, no Jardim Morada do Sol, receberam a visita do diretor de assuntos médicos da Roche Diagnóstica, nos Estados Unidos. Sean Boyle veio conhecer como funciona o sistema público de saúde de Indaiatuba e o método de implantação do Teste de HPV.

O município foi o primeiro no Brasil a implantar o exame para as mulheres assistidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS), em substituição à citologia convencional (Papanicolau), o que foi possível por meio da parceria firmada entre a Roche Diagnóstica, a Unicamp e a prefeitura.

Sean Boyle disse que a implantação do teste de HPV em Indaiatuba será importante, não apenas no Brasil, mas para outros países da América do Sul. "É muito animador ver o estudo sendo aplicado com um teste de HPV de primeira linha para o rastreio o câncer de colo de útero. Acreditamos que outros países deverão adotá-lo assim que perceberem que o exame é mais sensível que o Papanicolau. Esperamos mostrar isso", comentou.

Ele também afirmou estar impressionado com as unidades de saúde da cidade. "Podemos perceber que há um comprometimento com a comunidade, é muito organizado e oferece um bom atendimento para quem busca cuidar da saúde. É uma parte muito importante do sistema local de cuidados com a saúde, não temos nada assim nos Estados Unidos. É muito bom", enfatizou. Após a visita, o diretor foi até a Universidade de Campinas (Unicamp) para conhecer o laboratório onde são realizados os testes.

Boyle estava acompanhado da gerente de assuntos científicos da empresa no Brasil, Marisa D'Innocenzo. A visita foi acompanhada pelo vice-prefeito, Dr. Tulio José Tomass do Couto, pelo secretário de saúde, Dr. José Roberto Stefani, pelos pesquisadores da Unicamp, Dr. Luiz Carlos Zeferino e Dr. Júlio César Teixeira, além da equipe de profissionais que coordenam a implantação do novo exame no município.

Prevenção

O teste de HPV é um importante aliado na prevenção ao câncer de colo de útero, pois detecta a presença vírus HPV (papilomavírus humano), causador desse tipo de câncer, antes mesmo que a mulher desenvolva a doença. O novo programa, denominado Preventivo (Programa Indaiatubano de Rastreamento do Câncer de Colo de Útero com teste de HPV), foi implantado em Indaiatuba dia 02 de outubro e, somente no primeiro mês, foram coletados 890 exames, o que representou um aumento de 78% da procura, se comparado com o total de Papanicolaus colhidos no município, que era de aproximadamente 500 coletas mensais.


Fonte:


Notícias relevantes: