Indaiatuba

Governo empossa 1.240 novos policiais civis e anuncia concurso

Em novembro, o governador Geraldo Alckmin empossou 1.240 novos policiais civis. O efetivo ingressará nos cursos de formação da Academia de Polícia Civil (Acadepol) e, após a formatura, reforçará o efetivo da instituição nas regiões do Estado.

Do total de empossados, 64 são delegados (53 homens e 11 mulheres), 907 investigadores (718 homens e 189 mulheres) e 269 escrivães (177 homens e 92 mulheres). “São três meses de formação e estudos, e mais estágio. Os policiais vão para a Acadepol, depois tem estágio de 15 a 30 dias, e aí sim já vão para os seus locais de trabalho exercer a atividade”, explicou Alckmin. Não se tem informação se devem vir policias para compor o efetivo de Indaiatuba.

Os futuros policiais civis são os últimos aprovados nos concursos abertos em 2013. Os processos selecionariam policiais para 2.301 vagas, entretanto, foram chamados 3.937 candidatos, ou seja, um total aproximadamente 71% maior que o previsto inicialmente, segundo a Secretaria de Segurança Publica do Estado.

Concurso

Desde 2011, o Governo contratou 4.807 integrantes para o efetivo da Polícia Civil em atuação em todo o Estado. Além disso, já estão em formação outros 116 futuros escrivães e 27 investigadores, de acordo com a Pasta.

No mesmo dia em que o governador Geraldo Alckmin nomeou os policiais empossados hoje, também foi anunciada a abertura de concursos públicos com 2.750 vagas para carreiras da Polícia Civil. Os processos selecionarão 250 delegados, 800 escrivães, 600 investigadores, 200 papiloscopistas, 300 agentes de telecomunicação, 400 agentes policiais e 200 auxiliares de papiloscopistas. Ainda foi autorizada abertura de licitação para a compra de mais 80 novas viaturas para a instituição. A estimativa é que sejam investidos cerca de R$ 6,2 milhões na compra dos veículos. Desde 2011, o Governo investiu R$ 241,1 milhões na aquisição de 3.641 viaturas para reforçar a frota da Polícia Civil.


Fonte:


Notícias relevantes: