Indaiatuba

Adesão de idosos no Cadastro Único é prorrogada para 2018

Os idosos que possuem o Benefício de Prestação Continuada (BPC) / Lei Orgânica de Assistência Social (LOA) poderão fazer a inclusão no Cadastro Único até dezembro de 2018.

Os favorecidos que estão com o endereço atualizado receberam uma carta com as orientações em suas residências. Os que ainda não receberam a correspondência devem comparecer à Secretaria Municipal da Família e Bem Estar Social (Semfabes), ou no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) ao qual faz parte e fazer o cadastro.

Os documentos necessários para realizar o cadastro são: RG ou Certidão de Nascimento (não pode ser CNH), CPF, Título de Eleitor e Carteira de Trabalho (mesmo estando desempregado) de todos que residem na casa; certidão de casamento; recibo de aluguel recente; comprovante de endereço (conta de energia elétrica e água); comprovante de benefício ou recibo bancário recente e declaração de matrícula fornecida pela escola ou creche (se tiver crianças que estudam na casa).Caso o beneficiário não possa comparecer para realizar o cadastro, um membro da família, maior de 18 anos, pode fazer isso por ele, desde que compareça portando os documentos solicitados acima.

A inscrição, exigência do INSS, é obrigatória e quem não comparecer terá o benefício bloqueado. Saiba mais: http://www.indaiatuba.sp.gov.br/assistencia-social/convocacao-bpc-loas-idoso/.

Sobre o BPC

O BPC é um benefício que assegura o pagamento de um salário mínimo mensal a pessoas a partir dos 65 anos de idade. Para receber, é necessário comprovar não possuir meios de garantir o próprio sustento, e nem tê-lo promovido por sua família. A renda mensal familiar per capita deve ser inferior a um quarto do salário mínimo.

Para a pessoa com deficiência o BPC oferece um salário mínimo mensal à pessoa de qualquer idade, por meio de avaliação médica e social do INSS que evidencie impedimentos a longo prazo, de natureza física, intelectual ou sensorial, os quais, em interação com diversas barreiras, podem obstruir sua participação, plena e efetiva na sociedade em igualdade de condições com as demais pessoas. A renda mensal familiar per capita deve ser inferior a um quarto do salário mínimo vigente; e o parente recebe um salário mínimo de forma mensal.


Fonte:


Notícias relevantes: