Forte chuva causa transtornos em várias regiões

Indaiatuba

Forte chuva causa transtornos em várias regiões

CLIMA

Na noite de sábado, a cidade registrou um volume de 91 mm de chuva, conforme dados coletados pela Defesa Civil de Indaiatuba, na Estação Meteorológica Automática. O acumulado de janeiro já chega a 205 mm.

A força das águas levou parte do aterro de uma travessia de pedestres no Parque Ecológico. O local está interditado e recebe reparos. No Parque da Criança a força das chuvas fez com que o talude com muro de arrimo cedesse prejudicando a piscina de brinquedos. A previsão é de que os serviços sejam concluídos em duas semanas, quando a parte molhada será reaberta. A parte seca reabre na quarta-feira.

Uma enxurrada desceu pelo muro vizinho e alagou a lateral da UPA 24 horas, mas, segundo a assessoria da Defesa Civil, com o fim da chuva a situação se normalizou. O atendimento não foi prejudicado.

No Jardim Europa, parte do barranco da Estrada dos Cavaleiros cedeu e a terra atingiu as vias. Na área de lazer do Jardim Bela Vista, alguns trechos sofreram erosão e uma árvore caiu. O asfalto ficou deteriorado em diversos pontos. Um deles é o Jardim Hubert. No bairro Mato Dentro, 17 pinheiros caíram por força da enxurrada.

Alagamento

Houve quatro pontos de alagamentos: nas Ruas Cerqueira César, Martinho Lutero e 39, além da Avenida Francisco de Paula Leite. Oito casas foram atingidas pela água e três famílias ficaram temporariamente desalojadas. Elas foram conduzidas à Emeb Professora Maria Benedicta Guimarães, e hoje devem retornar aos imóveis.

As equipes das secretarias de Obras e Urbanismo seguem trabalhando para o reparo de todas essas situações. A Prefeitura reforça que está trabalhando para solucionar os problemas. Em caso de emergência, a população pode acionar o 153 da Guarda Civil (24 horas) ou das 8h às 17h; e o 0800 7707702 (Fale Conosco).

Atualização

Três famílias desabrigadas, que estão alojadas na Emeb Professora Maria Benedicta Guimarães, voltarão para suas residências na tarde de terça-feira. Inicialmente o retorno estava previsto para a tarde de hoje, mas o prazo foi prorrogado para que haja tempo de secar completamente os imóveis, os quais foram lavados e higienizados com auxílio da Prefeitura. A Prefeitura providenciou itens de primeira necessidade, como alimentos, roupas, colchões e cobertores para atendê-las. A estrutura das residências não foi afetada.


Fonte:


Notícias relevantes: