Indaiatuba

Após chuva, famílias voltam para casa

As três famílias que estavam abrigadas na Emeb Professora Maria Benedicta Guimarães, após a forte chuva da noite do sábado (20), retornaram às suas casas, localizadas à Rua Martinho Lutero, no Jardim Morada do Sol.

Uma delas é a de Adriana Batista, que vive no bairro com o marido Valdeir e mais sete filhos, sendo o mais jovem de apenas seis meses de idade. "Perdemos tudo mesmo, celular, mantimentos, roupas e móveis", lamenta a moradora. "Até o carro, que ainda estamos pagando, ficou todo estragado."

Ela e o marido estão desempregados há cerca de dois anos, e conseguiam o sustento vendendo itens de feira ali mesmo, em um espaço na casa. "Até isso foi perdido, porque a água invadiu tudo", lembra. "E a gente usava o carro para trabalhar, e agora estamos sem isso também." A moradora diz ainda que um mecânico se solidarizou com a família e se ofereceu para consertar o automóvel.

Equipes da Defesa Civil, e das secretárias da Família e Bem-Estar Social e Urbanismo e Meio Ambiente encaminharam as famílias para abrigo na escola, e providenciaram itens de primeira necessidade, como alimentos, roupas, colchões e cobertores para atendê-los; além de ajudarem na limpeza e higienização das residências, que foram inundadas.

"O pessoal da Prefeitura foi muito bom com a gente", garante Adriana. "Vieram aqui e limparam tudo, retiraram os móveis estragados e desinfetaram a casa. Além disso, levaram a gente para o abrigo e deram cesta básica."

Doações

Adriana disse já ter recebido alguns itens doados, entre os quais roupas para as crianças, uma cama de casal e alimentos. "Ainda precisamos de algumas coisas, como artigos de higiene como xampu, pasta de dentes e sabonetes. Seria bom se alguém pudesse doar também um tanquinho, sabão em pó, fraldas e uma geladeira ou freezer; caso algum produtor rural possa doar frutas e legumes pra gente poder voltar a trabalhar, porque está bem difícil a situação", emenda.

A irmã dela, Regina Batista da Silva, que mora na casa ao lado, também está enfrentando o mesmo problema. "Precisamos de um armário e mesa de cozinha, três caminhas de solteiro e dois guarda-roupas", cita. "Perdi meu emprego há quatro dias e agora acontece isso; meu marido também não consegue emprego e temos ainda de dar conta do aluguel da casa", destaca Regina.

"Precisamos arranjar emprego", emenda Adriana. "Eu aceito qualquer serviço, mas sofro preconceito por causa dos meus filhos; as pessoas acham que por isso eu não vou ter responsabilidade com o serviço, mas é totalmente o contrário", afirma.

As pessoas interessadas em ajudar as famílias com doações devem procurar o Cras III, à Rua José Pioli, nº 96, no Jardim Morada do Sol; ou pelo telefone (19) 3935-7534.

Obras

Em nota, a Prefeitura informou que os serviços de limpeza e urbanização da cidade foram concluídos na última quarta-feira. As obras nos locais mais afetados pelas chuvas estão em andamento e serão concluídas em até 15 dias, dependendo da condição climática.

Em caso de emergência, a população pode acionar o 153 da Guarda Civil, que atende 24 horas; ou no Fale Conosco da Prefeitura, no 0800-7707702, que atende das 8h às 17h.


Fonte:


Notícias relevantes: